​Fotos inéditas da Segunda Guerra Mundia surgiram, e são de congelar o sangue…

É ignóbil!

Partilhar no Facebook
147 147 Partilhas

Fotos inéditas da Segunda Guerra Mundia surgiram, e são de congelar o sangue…

Durante a Segunda Guerra Mundial havia campos de prisioneiros no Japão, onde centenas de soldados foram detidos. Esses homens ficaram famintos ao ponto de serem apenas pele e osso, foram brutalmente espancados e torturados pelos que os capturaram e até foram submetidos a experiências médicas quando foram encontrados pelas tropas aliadas no Outono de 1945. 

As fotos que mostram o horror dos campos de prisão no Japão surgiram. 

Prisioneiros com amputações podem ser vistos a usar próteses. Amputações resultantes de tortura ou doenças. 

Algumas fotos também mostram sequestradores, criminosos de guerra notórios, como o Príncipe Negro, MadMongrel e Dr. Death. O último estava envolvido em horríveis torturas, incluindo a tortura da água, que envolve a ingestão forçada de água com tubos antes de saltarem sobre a barriga cheia. Todos foram reconhecidos como criminosos de guerra e foram enforcados. 

Estranhamente, as impressões destas fotos podiam ser compradas na secção do Extremo Oriente da British Prisonerof War Association naquela altura.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o Japão capturou cerca de 140 mil soldados aliados da Austrália, Canadá, Grã-Bretanha, Índia, Holanda, Nova Zelândia e Estados Unidos. 

O Japão não cumpriu com a Convenção de Genebra acerca do tratamento dos prisioneiros de guerra, que sofreram um tratamento bárbaro e trabalharam forçadamente, construíram a ferrovia da Birmânia, onde 12 mil presos morreram desnutridos e à fome. 

A 18 de setembro, estas imagens deste período triste irão ficar à venda e estão avaliadas em 160 dólares por unidade.

Partilhar no Facebook
147 147 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye