Veterano da força aérea sofre de cancro terminal – cai de joelhos quando estranho bate na sua porta

Ron estava a passar por quimioterapia para o cancro, mas ele recentemente tomou uma decisão precipitada.

Partilhar no Facebook
536 536 Partilhas

Veterano da força aérea sofre de cancro terminal – cai de joelhos quando estranho bate na sua porta

Poucas pessoas gostam de viver sozinhas. Claro, por vezes gostamos de ficar sozinhos, mas estar sempre sozinho enquanto estamos seriamente doentes? Não desejaria isso a ninguém.

O veterano da força aérea Roy Hyde estava a viver num apartamento quase vazio; um colchão velho e um sofá cor-de-rosa, da loja de caridade, eram a sua mobília.

Apesar de Ron não ter muitas posses, ele estava grato por ter um telhado sobre si.

 Ron tinha cancro e estava a fazer quimioterapia. Durante a sua batalha, recentemente, ela tinha tomado uma decisão difícil. 

Tinha optado por acabar com o seu tratamento. Ron não tinha certeza se ia sobreviver de qualquer forma, e, mesmo que sobrevivesse, não queria passar os seus últimos meses de vida a visitar o hospital e a enfrentar a quimioterapia. Ele chorava enquanto se sentava no seu apartamento vazio, contemplando a sua solidão.

Para muitos, a morte é sagrada, apesar de um dia morrermos todos. 

Ron não sabia que a sua última viagem à loja de caridade – para comprar o sofá onde estava sentado – mudaria a sua vida.

Quando comprou a cadeira, ele apercebeu-se de um problema. Ela não tinha como levá-la a casa, e ninguém lhe conseguia dar boleia. 

Ajuda de um estranho

Eventualmente, foi ajudado por uma mulher, Laura, de Ramon, Califórnia, EUA. Laura publicou no Facebook que um veterano precisava de ajuda.

Mas Ron não recebeu apenas ajuda para o transporte do sofá…

Dois dias depois de o sofá ter sido transportado para o seu apartamento, ele viu uma carrinha a estacionar perto do seu apartamento. Estranhos de todo o bairro estavam lá também. 

Os estranhos encheram a cozinha Ron com comida, substituíram o colchão velho por uma cama a sério, e transformaram o seu apartamento vazio numa casa com tudo o queria e precisava.

Quando Ron viu o seu apartamento mobilado com as coisas novas, ele teve de se afastar das câmaras, pois não queria ser visto a chorar.

“Foi um pequeno milagre”, disse Ron à ABC 10 News.

Ninguém sabe o que resta de vida a Ron, mas agora pode passar os seus dias confortavelmente.

Pode ver a notícia sobre o acontecimento aqui: 

Ron tem muita sorte por ter pessoas que se importam tanto com ele. Partilhe este artigo com os seus amigos no Facebook para desejar paz ao Ron.

Partilhar no Facebook
536 536 Partilhas

Fonte: Newsner · Crédito foto: Newsner