Uma sobrevivente de anorexia que pesava apenas 18kg celebra o nascimento de seu segundo filho

Todos os detalhes no interior...

Partilhar no Facebook
624 624 Partilhas

Uma sobrevivente de anorexia que pesava apenas 18kg celebra o nascimento de seu segundo filho

A anorexia é um distúrbio alimentar com consequências desastrosas.

De facto, muitas pessoas ainda morrem como resultado deste distúrbio e, para aquelas que conseguem lidar com ele, às vezes têm que pagar o preço pelo resto de suas vidas. Ao privar o seu corpo de alimentos por um período considerável de tempo pode levar a alguns problemas de saúde que, infelizmente, são irreversíveis.

Emma O'Neil sabe umas coisas sobre isso, porque depois de sofrer de anorexia, os médicos avisaram-na que ela provavelmente devia pôr um fim aos planos de ter filhos. 

A jovem de 28 anos era tão obcecada pela magreza que podia passar até 10 dias privando o seu corpo de comida para perder peso.

Emma terá perdido peso até conseguir estar a baixo da barra dos 20 quilos.

Na verdade, ela ficou tão magra que sentiu uma dor intensa quando se deitou na cama porque as suas costelas causavam contusões na sua pele.

Embora ela conseguisse superar a anorexia, os médicos disseram que ela não poderia ter filhos. Mas agora Emma e seu marido, um homem chamado Jonathan, acabaram de receber seu segundo filho nas suas vidas! 

De acordo com Emma, foi justamente quando ela soube que o seu distúrbio alimentar podia impedi-la de ter filhos que começou a perceber a armadilha em que tinha caído.

Para a alegria Emma e Jonathan, as previsões dos médicos não se concretizaram, mas foi um choque para Emma passar de uma fase anorética a engravidar e perder completamente o controle do seu peso. 

No entanto, Emma não esconde que, sem o apoio de Jonathan, a luta teria sido praticamente impossível e, portanto, a sua história de amor demonstra o quão importante é confiar em alguém que amamos. 

Emma está convencida de que foi ao consumir um extrato de óleo de cannabis que ela conseguiu engravidar. De acordo com Emma, o concentrado de cannabis que é consumido simplesmente derramando uma pequena gota na língua, ajudou-a a deixar de lado a sua ansiedade associada ao seu antigo distúrbio alimentar e, assim, a poder concentrar-se em ter uma atitude positiva.

Emma aconselha isso como uma solução para outras mulheres que infelizmente estão na mesma situação.

Partilhar no Facebook
624 624 Partilhas

Fonte: ayoyemonde · Crédito foto: ayoyemonde