Uma professora casada obriga os alunos a fazer sexo com ela para terem boas notas nos exames

Um dos estudantes publicou as fotos da professora on-line.

Partilhar no Facebook
3,578 3.6k Partilhas

Yokasta M, uma professora colombiana de 40 anos, foi acusada de forçar os seus alunos menores de idade a fazerem sexo com ela para que ela pudesse dar-lhes boas notas de exame.

Se eles recusassem os seus avanços, Yokasta M ameaçava fazê-los reprovar.

A professors pedia o número de telefone das suas vítimas para "ajudar com os seus estudos", depois ela usava-os para enviar fotografias explícitas através do aplicativo Whatsapp.

Um dos estudantes publicou as fotos da professor on-line com a seguinte mensagem:

"Esta é a professora Yokasta, que diz que vai nos reprovar se não tivermos relações com ela".

A professora teria solicitado nada menos do que 40 jovens para fazer sexo com ela. Destes, várias dúzias concordaram em ir à sua residência para terem relações para evitarem reprovar.

Foi o padrasto de um dos alunos que descobriu o estratagema da professora depois de encontrar fotos dela em posições sugestivas no telefone do enteado. Havia até uma foto da professora cobrindo as partes com um urso de peluche.

Se for considerada culpada, a professora poderia ser presa 40 anos. Informado do comportamento da esposa, o marido já pediu o divórcio.

Esta história atraiu muitos comentários. Por outro lado, a maioria deles diz que as vítimas não devem reclamar e esta história não é para ser levada a sério. Este é infelizmente um problema frequente quando homens jovens são assediados sexualmente por mulheres. Deve ser entendido que esses alunos também foram forçados a fazer coisas, as quais eles não consentiram por uma figura numa posição de autoridade.

Aqui estão mais imagens enviadas aos alunos: 

Partilhar no Facebook
3,578 3.6k Partilhas

Fonte: ayoyemonde · Crédito foto: ayoyemonde