Notícias : Uma mulher grávida prestes a dar à luz é obrigada a ficar de pé no metro
Que acha? Deixe o seu comentário aqui.  

Uma mulher grávida prestes a dar à luz é obrigada a ficar de pé no metro

Ninguém queria sair do seu lugar.

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
524 524 Partilhas

A blogueira Anna Whitehouse, também conhecida como Mother_Pukka, decidiu fazer uma pequena experiência no metro de Londres quando as temperaturas eram de 25 graus centígrados.

Ela decidiu usar uma barriga falsa para fazer acreditar que estava grávida e filmar a reação das pessoas às mulheres grávidas no metro. Será que abdicariam do seu lugar? Ou prefeririam ignorar a mulher grávida?

Os resultados da experiência realmente surpreenderam Anna. A mãe de 36 anos, que tem dois filhos, foi confrontada com as reações de outros passageiros que pareciam vê-la como um "incómodo".

"Senti que talvez devesse exagerar a minha gravidez, como se estivesse realmente inchada, bajular o meu estômago e, na falta de ajudar, pedir [um assento], o que me deixa muito desconfortável. As pessoas simplesmente não estão conectadas com o que está a acontecer ao seu redor ", disse Anna.

Recentemente, um estudo mostrou que seis em cada dez pessoas não abdicarão do seu assento para o dar uma mulher grávida, seja no metro ou no autocarro. De acordo com a mesma pesquisa de 2000 usuários regulares de transportes públicos na Inglaterra, um em cada quatro teria confessado que não abdicariam do seu assento para o dar a uma mulher potencialmente grávida porque eles não tinham certeza se ela estava realmente grávida.

A maioria dos adultos também afirmou que não considera necessário abdicar do seu lugar para uma mulher grávida se não for óbvio que ela esteja grávida.

"A gravidez não é uma fraqueza, mas é uma vulnerabilidade e eu senti isso no meu primeiro trimestre", explicou Anna.

"Condições intensas, barulhentas e apertadas podem ser incrivelmente stressantes fisicamente e mentalmente, e poder sentar-se pode fazer a diferença."

"No entanto, pela minha própria experiência, acho que as pessoas estão muito absortas nos seus telemóveis para estarem cientes do que se passa ao redor delas, e não oferecerão o seu lugar a menos que lhes seja pedido."

Veja o vídeo de Anna e a sua experiência. E observe a reação das pessoas.

E você, como teria reagido em tais circunstâncias? Você costuma abdicar do seu lugar?

Partilhar no Facebook
524 524 Partilhas

Fonte: Daily Mail
Crêdito foto: Capture d'écran

Goste/partilhe