Uma mulher consegue escapar de um homem que a usou como escrava sexual durante 6 anos.

Todos os detalhes no artigo...

Partilhar no Facebook
1,775 1.8k Partilhas

A polícia está a investigar um homem que teria mantido a mãe dos seus 4 filhos prisioneira. A mulher foi mantida presa pelo homem durante 6 anos, ele usava-a  como escrava sexual.

Rinat Bilyanov é, portanto, o cerne de uma investigação em que ele é suspeito de ter espancado e torturado a sua parceira Lilia, que ele manteve como escrava.

O "casal" conheceu-se  no site de encontros on-line Tatar Muslims.

Embora os dois adultos não estivessem casados, eles enfatizaram a união numa cerimónia.

A mulher de vinte e poucos anos foi sentenciada a viver numa sala de cimento com as janelas pregadas.

Durante o tempo em que ela foi mantida refém na pequena casa em Pushkino, Rússia, a mulher passou por quatro gravidezes.

Foi a polícia que veio ao resgate da mulher depois de ela conseguir fazer um telefonema para pedir ajuda.

A polícia arrancou a porta da frente para entrar na casa.

Partilhar no Facebook
1,775 1.8k Partilhas

Fonte: ayoyemonde · Crédito foto: AyoyeMonde