Uma menina de 6 anos morre depois de ser mordida pela própria mãe.

Uma morte horrível.

Partilhar no Facebook
1,277 1.3k Partilhas

Uma menina que teve paralisia cerebral e qeu foi mordida pela mãe porque queria que ela parasse de chorar morreu depois que do seu coração parar de bater.

Foi em 2015 que a pequena Katya Spesivtseva (então com 6 anos) foi agredida violentamente pela própria mãe. A mulher chamada Ludmila, que tinha 33 anos na época do incidente, morava com a filha na cidade de Revda na Rússia.

Naquela noite de 2015, Katya começou a chorar e em vez de confortá-la, a mãe decidiu bater-lhe no seu berço enquanto gritava "para se calar". A menina ficou assustada com a reação da mãe e chorou ainda mais intensamente.

Foi então que a mãe mordeu o lábio inferior da filha tão intensamente que rasgou parte dele.

Para aumentar o horror, a menina sofreu durante vários dias antes da sua mãe finalmente decidir chamar os paramédicos.

A menina foi imediatamente transferida para o hospital, onde os médicos descobriram que a mãe também lhe tentou morder o nariz.

Além disso, o corpo da menina mostrava muitos sinais de violência. Alguns tinham sido feitos recentemente, enquanto outros já há um bom momento.

Fotos que mostravam a pequena Katya a sofrer na sua cama de hospital incomodaram muitos internautas na época.

A condição de Katya era tão má que a menina teve que ser hospitalizada durante um ano inteiro.

Pouco depois de chegar ao hospital, os médicos perceberam com horror que por causa da negligência da sua mãe, Katya estava a sofrer de muitas doenças e infecções que nunca haviam sido tratadas.

Foi uma mulher que vive na cidade de Anapa, Anna Makarova-Bespalova, que adotou a pequeno Katya.

Quanto à mãe, ela foi condenada a 4 anos de prisão.

De acordo com relatos da mídia local, a pequena Katya passou o último ano da sua vida com a família de Anna Makarova-Bespalova. Ela foi capaz de desfrutar de um lar amoroso onde ela foi cuidada.

Infelizmente, apesar do cuidado e todo o amor que ela recebeu, Katya teve que pagar o preço da sua infância muito difícil e, embora ainda não saibamos o motivo exato, o seu coração parou de repente de bater quando ela tinha apenas 9 anos de idade.

A família de Anna Makarova-Bespalova disse que a partida repentina de Katya deixou um grande vazio.

Partilhar no Facebook
1,277 1.3k Partilhas

Fonte: Mirror · Crédito foto: Courtoisie