Uma médica é proibida de exercer a profissão depois de postar fotos ousadas no Facebook

Todos os detalhes no interior ...

Partilhar no Facebook
38 38 Partilhas

Nang Mwe San, uma médica de 29 anos, foi impedida de continuar a praticar medicina porque publicou imagens ousadas dela no Facebook e no Instagram.

A jovem postou fotos e vídeos dela em biquíni e outras roupas que não escondiam muita pele.

Nang Mwe San tinha sido avisada anteriormente pela Associação Médica de Mianmar, mas ela não se quis submeter às regras.

A jovem que sonhava em ter uma carreira como modelo e influenciadora e decidiu continuar a publicar as suas fotos, correndo o risco de ter estudado medicina por nada!

Nang Mwe San teve a escolha entre remover as fotos e vídeos ousados do Facebook e do Instagram, ou arriscar perder o seu direito a praticar medicina.

A médica ignorou a Ordem dos médicos e a sua licença foi revogada no dia 3 de junho. 

"Há muito sexismo aqui", disse Nang Mwe San ao New York Times. "Eles não querem que as mulheres alcancem posições importantes. E eles julgam as mulheres de acordo com o que vestem. Eles nem querem que a gente use calças. "

Nang Mwe San disse que ficou chocada e triste com a decisão da Associação Médica.

"Eu vestia-me sexy quando encontrava os meus pacientes? Não ", disse ela à Reuters.

"Mesmo que atualmente não pratique medicina, espero poder fazê-lo novamente no futuro", explicou ela. "Eu não acho que eles devam interferir na minha liberdade pessoal, não é da conta deles. "

Após a decisão, Nang Mwe San reagiu no Facebook:

"Os corpos das mulheres não pertencem à sociedade. Meu corpo, minha escolha. Obrigado a todos os meus fãs na Birmânia e em todo o mundo que me apoiam. Eu amo-vos a todos"

Nang Mwe San pretende apelar da decisão.

Partilhar no Facebook
38 38 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye