Notícias : Uma mãe recebe uma chamada urgente da creche. As imagens capturadas por uma câmara de segurança são indescritíveis.
Que acha? Deixe o seu comentário aqui.  

Uma mãe recebe uma chamada urgente da creche. As imagens capturadas por uma câmara de segurança são indescritíveis.

Um verdadeiro choque para a mãe

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
135 135 Partilhas

Uma mãe recebe uma chamada urgente da creche. As imagens capturadas por uma câmara de segurança são indescritíveis.

Foi há pouco mais de um ano.

Naquele dia, Tracy Blinov deixou a sua filha de 7 meses, Eliana, na creche da Busy Hands em Montana, antes de ir trabalhar.

Um dia banal como os outros!

No entanto, pouco depois da sua chegada ao trabalho, a creche telefonou para Tracy para informá-la de uma situação incomum ...

A filha de Tracy foi mordida e a mãe foi chamada à creche para ir buscar a sua filha.

Mas quando chegou à creche, Tracy foi confrontada com uma visão que ela não esperava.

A sua filha não foi mordida apenas uma vez, porque o rosto dela estava completamente coberto de mordidas de uma criança mais velha.

A mãe não pretendia deixar a situação assim e foi por isso que ela pediu, alguns dias depois, para lhe mandarem as imagens filmadas pelas câmaras de vigilância da creche. 

Foi então que a mãe percebeu, com horror, que a sua filha tinha sido atacada durante quase 90 segundos antes de um funcionário da creche intervir.

Segundo a mãe, a menina tinha pelo menos uma dúzia de mordidas no rosto.

Depois de ver as imagens das câmaras de vigilância, a mãe decidiu apresentar uma queixa à polícia e foi aberta uma investigação.

Por sua vez, os administradores da creche explicaram que a intervenção chegou atrasada porque os funcionários não tinham ouvido a menina a gritar por socorro. 

A criança de 2 anos que tinha intimidado a pequena Eliana acabara de chegar a essa creche.

Uma semana antes, a mesma criança tinha sido expulsa de outra creche por atacar outras crianças.

Como a mãe evitava falar com a creche, eles não sabiam que a criança tinha que ser vigiada mais de perto. 

A mãe denunciou esta história à imprensa local e a creche informou ao público que agora mudaria a forma como faz negócios, reduzindo o número de clientes.

Agora, a creche garantirá que a proporção de duas crianças para cada funcionário seja respeitada para garantir um acompanhamento rigoroso.

Deixe outras mães aprenderem com o erro da mãe da criança que atacou Eliana. Ao informar a creche sobre o comportamento do seu filho, os funcionários simplesmente seriam mais vigilantes e a situação poderia ter sido facilmente evitada.

Partilhar no Facebook
135 135 Partilhas

Fonte: Ayoyemonde
Crêdito foto: Ayoyemonde

Goste/partilhe