Notícias : Uma mãe partilha uma foto do seu filho de 16 anos a morrer para avisar os outros pais
Que acha? Deixe o seu comentário aqui.  

Uma mãe partilha uma foto do seu filho de 16 anos a morrer para avisar os outros pais

A mãe quer enviar um aviso para outros pais.

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
562 562 Partilhas

Sarah Lush decidiu tirar fotos do seu filho moribundo e publicá-las nas redes sociais. Reece Murphy tinha apenas 16 anos quando morreu na segunda-feira passada, depois de ter reagido a uma droga que tinha romado numa festa com amigos. Foi MDMA (ecstasy).

O adolescente morava com a mãe e ía começar as aulas na faculdade dentro de algumas semanas.

Reece foi encontrado em estado grave no domingo numa casa em Taunton, na Inglaterra. Ele foi rapidamente levado para o hospital, mas nada poderia ser feito para salvar a sua vida.

Sarah tirou fotos ao filho na cama do hospital, morrendo. É de partir o coração.

"O meu coração está vazio, eu gostaria de acordar deste pesadelo. Eu não posso imaginar a minha vida sem ele ", disse Sarah.

"Eu nunca mais vou ouvir a sua voz ou o seu riso novamente. É irreal no momento e não estou pronta para aceitar a sua morte. "

"A maioria de vocês pode pensar que as drogas são divertidas, mas no final, elas não são, porque elas podem acabar com a vida de alguém, assim como a de Reece."

"Reece fez isso algumas vezes antes e estava tudo bem, então ele pensou que era seguro, mas nunca se sabe o que pode acontecer."

"Por favor, não usem drogas, estragam vidas e famílias."

"Reece tomou uma pastilha com os amigos. Havia algo nele que causou uma reação má - o corpo dele não gostou. Os seus órgãos pararam um por um. Havia duas enfermeiras trabalhando com ele 24 horas por dia. Elas nunca deixaram a cama ou pararam de lutar por ele nem por um segundo. Apesar disso, a condição de Reece só piorou e no final não havia mais nada a fazer. Teria sido cruel continuar a lutar por ele porque todos os medicamentos que ele tomava estavam a começar a causar-lhe estragos no corpo ".

"Ele era engraçado, gentil, carinhoso e adorado por tantas pessoas. Ele era um menino bonito com toda a sua vida pela frente dele e tinha tantas memórias para fazer ".

A polícia está atualmente a investigar esta história.

Partilhar no Facebook
562 562 Partilhas

Fonte: Daily Mail
Crêdito foto: Capture d'écran

Goste/partilhe