Uma mãe fica indignada porque os seus dois filhos foram expulsos da escola por causa dos seus cortes de cabelo.

A mãe não entende nada!

Partilhar no Facebook
244 244 Partilhas

Uma mãe fica indignada porque os seus dois filhos foram expulsos da escola por causa dos seus cortes de cabelo.

Uma mãe alega que os direitos os seus dois filhos foram violados pela escola porque lhes foi pedido que mudassem o penteado.

Os dois meninos, de 11 e 13 anos, TJ e Leroy Wilson, foram expulsos das aulas pela KingswoodAcademy. Mais tarde, a diretoria da escola entrou em contacto com a mãe para informá-la de que os seus filhos deviam mudar os cortes de cabelo.

Agora, quando olhamos para os penteados atuais dos dois meninos, temos o direito de nos perguntar como é que estes penteados eram perturbadores. 

No entanto, a escola não desiste e alega que os penteados dos dois meninos violam as regras vigentes há três anos. Assim, em tal caso, é normal que os dois estudantes tenham sido sancionados.

A mãe de ambos, Terri Lea, é contra a decisão da escola e recusa-se a mudar o penteado dos seus filhos. Ela qualifica o regulamento como "ridículo e cruel". 

Terri prossegue dizendo: "Eu disse-lhes: vocês não vão puni-los" porque eles não fizeram nada de errado, então eu exigi levá-los para casa. Não acho bem dizer-lhes para irem mudar os seus cortes de cabelo, porque vai contra os seus direitos. É um penteado muito normal para os meninos, mas a escola diz que eles têm que ser cortados de forma a serem aceites nas aulas, caso contrário eles terão que ficar de castigo". 

No entanto, a administração escolar parece não querer alterar a sua posição, uma vez que considera que a regulamentação é muito apropriada. A gerência acrescenta que, de 804 estudantes, 801 estudantes cumprem a referida regra para esse fim. 

Obviamente, o conflito não parece terminar em breve. Terri continua a dizer "É ruim, os meus filhos não estão felizes e dizem que não vão cortar o cabelo, eu não posso forçá-los, especialmente Leroy de 13 anos de idade." Assim, se não cortarem o cabelo, não poderão voltar para a escola. Eu trabalho a tempo inteiro, dia e até noite, não posso fazer nada para mudar essa situação. É nojento, porque é apenas um corte de cabelo e não há nada sério ou importante nisso tudo."

Partilhar no Facebook
244 244 Partilhas

Fonte: Ayoyemonde · Crédito foto: Ayoyemonde