Uma mãe cujos seios não param de crescer não pode sair de casa.

Ela também está com medo de amamentar o seu bebé por medo de sufocá-lo.

Partilhar no Facebook
71 71 Partilhas

Uma mãe que é forçada a usar sutiãs tamanho J diz que os seus seios arruinaram a sua vida e agora ela é condenada a ficar em casa, já que os seus seios são muito grandes.

A mulher de 25 anos de idade chamada Fiona Hornby é de Bolton e desde que ela era uma adolescente, os seus seios têm-lhe causado muitas dificuldades.

O pesadelo começou com a idade de 10 anos e durante todo o resto da sua juventude, ela viu os seus seios irem de um tamanho de C para o tamanho muito impressionante de 48 J. 

Fiona sempre se perguntou porque os seus seios não paravam de crescer, a jovem fez uma pesquisa para entender melhor o que tinha e foi assim que ela finalmente descobriu em 2015 que ela estava a sofrer de 'hypermastie. Segundo a Wikipedia, é uma "patologia da mama em mulheres, que se é muito pesada, causa distúrbios como dor nas costas e no pescoço"

No entanto, Fiona é provavelmente um dos casos mais extremos de "gigantomastie".

Fiona explica que o peso causado pelo tamanho dos seus seios é tão difícil de suportar que, se ficar de pé por mais de cinco minutos, ela acaba por sentit uma dor intolerável nas costas. 

A dor que ela sente faz com que seja incapaz de sair de casa. 

Além disso, ela não se atreve a amamentar o seu bebé de 4 meses, porque teme que os seus seios sufoquem o filho por causa do tamanho deles. 

Atualmente, Fiona está a promover uma campanha de crowdfunding para arrecadar cerca de US $ 7.000. O dinheiro arrecadado permitirá que Fiona se submeta a uma cirurgia que reduza o tamanho dos seus seios e permita que ela volte a ter uma vida normal. 

Desejamos a Fiona que a campanha seja um sucesso para que possa desfrutar plenamente os primeiros anos de vida do seu bebezinho William!

Partilhar no Facebook
71 71 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye