Uma mãe afirma que a menina de 6 anos que adotou é de fato uma anã psicopata de 22 anos que quer matá-la.

Todos os detalhes no interior ...

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Uma mãe diz que a menina de 6 anos que pensou ter adotado era na verdade uma anã sociopata de 22 anos.

Como muitos leitores agora, você provavelmente acha que essa é a premissa de um filme de terror em que uma mulher de 22 anos de idade finge ser uma menina, mas é difícil de acreditar, no entanto, é o que teria acontecido de acordo com uma mãe nos Estados Unidos. 

Tudo começou em 2013, quando o casal, Kristine Barnett, 45, e o seu ex, Michael Barnett, 43, decidiram abandonar a menina da Ucrânia no seu apartamento em Lafayette, Indiana e mudar-se para o Canadá e, assim, interromper toda a comunicação com ela. 

A polícia agora está a acusar os pais de deixarem a menina sozinha durante três anos, ela sofre de nanismo, e tem dificuldade em caminhar.

No entanto, Kristine Barnett alega que as autoridades ignoraram um detalhe muito importante na história e esse detalhe é a verdadeira idade da menina que deveria ter 9 anos de idade, quando na verdade teria 22 anos. 

Os pais alegam que não são os criminosos desta história, mas a suposta menina que ameaçou esfaqueá-los durante o sono, que tentou empurrar um deles contra uma cerca elétrica, mas também, que teria posto lixívia no café deles. 

No passado, os pais eram um exemplo de "bons pais" na comunidade, porque haviam criado com sucesso o filho autista, que agora é um estudante altamente considerado na comunidade. 

Para aumentar o horror, tudo indica que a pequena Natalia Grace nem é da Ucrânia.

O fato é que, no momento, são os pais adotivos que terão que responder pelas suas ações em tribunal e, obviamente, o seu pesadelo não está prestes a terminar.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye