Uma madrasta diabólica é condenada à morte por deixar morrer de fome a enteada de 10 anos.

O diabo em pessoa.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Uma mulher foi declarada culpada por permitir que a enteada morresse de fome e foi condenada à morte.

A mulher de 36 anos chamada Tiffany Moss permaneceu impassível na terça-feira, quando o júri anunciou que seria sentenciada à morte por injeção letal depois de sser considerada culpada da morte cruel de Emani Moss, de 10 anos de idade. A tragédia ocorreu em 2013.

Foi na segunda-feira que Moss foi considerada culpada de todas as acusações contra ela, incluindo assassinato, crueldade para com uma criança e obstrução da justiça, escondendo evidências, queimando o cadáver. A menina que pesava apenas quinze quilos no momento da sua morte.

Na altura do seu julgamento, Moss apanhou toda a gente de surpresa, afirmando que ela não tinha nenhum elemento para se defender e que ela confiava completamente em Deus para que ele pudesse ver através dela se ela merecia ou não ser punida.

O marido, que também é pai da menina, Eman Moss, está a cumprir pena de prisão perpétua sem a possibilidade de ser libertado. O homem conseguiu escapar da pena de morte testemunhando contra a sua esposa em 2015.

Esta foi a primeira sentença de sentença de morte a ser ordenada em cinco anos no estado da Geórgia.

Durante o julgamento, o júri descobriu os detalhes muito perturbadores em torno da longa provação que a menina teve que passar antes de morrer. Ela foi confinada a um quarto e privada de comida até à morte dela.

Para aumentar a crueldade, a investigação policial mostrou que, enquanto a menina estava a morrer de fome, a madrasta enviava pelo menos duas fotos das refeições que ela tinha preparado ao marido e dava às outras duas crianças que tinham em comum.

Segundo a polícia, a menina foi privada de comida durante várias semanas antes de morrer.

Após a morte da criança, Moss e o pai da menina queimaram o corpo da vítima numa lata de lixo.

Os outros dois filhos do casal estavam na companhia dos seus pais quando eles queimaram o corpo.

A data prevista para a execução de Moss ainda é desconhecida.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye