​Um vídeo mostra a dura realidade de uma fazenda leiteira e a crueldade dos funcionários vai além do entendimento

O vídeo é realmente difícil de ver.

Partilhar no Facebook
840 840 Partilhas

Um vídeo filmado por um detetive da Animal Recovery Mission destaca os horrores que estão a ocorrer numa fazenda de lácteos na Flórida.

As câmeras escondidas mostraram a verdade. As vacas da fazenda leiteira de Larson são brutalizadas e abusadas, com funcionários batendo-lhes com barras de metal.

"Os supervisores de leite e leiteiros batem, apunhalam e atacam vacas leiteiras com barras de reforçadas de aço", diz o narrador.

"As barras de metal afiadas perfuram e penetram os corpos das vacas. Escondidos dos visitantes da fábrica de laticínios, as vacas são brutalizadas 365 dias por ano ".

O proprietário da fazenda de lácteos, Jacob Larson, disse que o funcionário do vídeo foi demitido, acrescentando que a empresa tem uma política rígida em matéria de bem-estar animal e que ir contra esses valores não é tolerado.

"Estamos também preocupados com a forma como este vídeo foi trazido à nossa atenção", disse Larson, abordando as formas de fazer as coisas do bem-estar animal. "Se o funcionário "infiltrado" tivesse chamado a nossa atenção quando isso aconteceu, poderíamos ter prevenido isto mais cedo".

O detetive atrás dos vídeos, Richard Couto, argumentou que a organização não escolheu a fazenda leiteira por causa de relatos de crueldade animal, mas simplesmente para mostrar a realidade da indústria. Eles descobriram abusos lá, depois de apenas uma hora.

Mas o vídeo também mostra as horríveis condições de vida das vacas, enquanto os bebés são mantidos em pequenas jaulas e uma delas, incapacitada, vive sobre os seus excrementos porque não aguenta.

O xerife Noel Stephen confirmou numa conferência de imprensa na quinta-feira que uma investigação criminal tinha sido aberta. Ele diz que conhece a família Larson há anos e está convencido de que, se os proprietários tivessem sido informados desses abusos, eles teriam tomado medidas.

Os supermercados Publix, que lidam com a Larson, cessaram toda a atividade comercial com a empresa. "Estamos perturbados pelas imagens e ficamos chocados ao ver crueldade animal", disse Publix em comunicado.

Aqui está o vídeo em questão: 

Partilhar no Facebook
840 840 Partilhas

Fonte: grandstitres · Crédito foto: grandstitres