Um pai espanca o seu bebé de 2 dias até à morte porque não aguenta mais ouvi-lo chorar

O médico descreveu os ferimentos como monstruosos.

Partilhar no Facebook
1,571 1.6k Partilhas

Liam Deane, de 22 anos, foi sentenciado a prisão perpétua após ter batido na sua filha de dois dias, Luna, que nasceu no dia 9 de julho, até a morte.

A mãe, Karen Bissett, de 21 anos, confiou a pequena Luna ao pai para dormir durante algumas horas.

Mas Luna não parava de chorar.

Depois de perder o temperamento, o pai bateu na filha recém nascida até à morte.

Liam disse a Karen que a menina tinha caído, que tinha ferido a cabeça e que não estava a respirar.

Os pais então chamaram a ambulância juntos.

Luna ficou em terapia intensiva até ao dia 14 de julho, três dias após o ataque, onde morreu dos ferimentos.

O médico concluiu que Luna morreu após um grave traumatismo craniano resultando em "lesão cerebral catastrófica".

Foi quando foi interrogado pela polícia que Liam contou toda a verdade. Ele atacou impacientemente o seu bebé. Ele atingiu Luna na cara, ele apertou p seu corpo e os braços e depois abanou-a violentamente.

"Eu sempre me lembrarei da imagem de Luna, conectada aos dispositivos médicos, para mantê-la viva", disse Karen numa carta lida durante o julgamento. "Eu não posso descrever como me senti. Eu não queria isso nem para o meu pior inimigo ".

Partilhar no Facebook
1,571 1.6k Partilhas

Fonte: Derniere Heure · Crédito foto: Derniere Heure