Notícias : Um menino de 4 anos é espancado até à morte pela sua mãe e o namorado por derramar uma tigela de cereais
Que acha? Deixe o seu comentário aqui.  

Um menino de 4 anos é espancado até à morte pela sua mãe e o namorado por derramar uma tigela de cereais

A investigação revelou toda a verdade.

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
80 80 Partilhas

Um menino de 4 anos é espancado até à morte pela sua mãe e o namorado por derramar uma tigela de cereais

Lisa Smith, uma mãe de 19 anos, e o seu namorado Keiff King, de 26 anos, foram acusados do assassinato do filho de quatro anos de Lisa.

Lisa Smith e Keiff King disseram aos investigadores que espancaram Tahjir com sandálias porque ela tinha derramado a sua tigela de cereais.

Quando os investigadores procuraram a casa do casal, descobriram as condições deploráveis em que o pequeno Tahjir Smith vivia.

“Havia insetos e baratas por toda a casa”, diz a CBS.

Lisa Smith disse aos investigadores que o seu filho, Tahjir, estava a sofrer com uma condição médica desconhecida que afetava as suas pernas e dificultava a respiração. Ela descobriu isto no dia da sua morte depois de ter ido às compras com o seu filho.

Mas a investigação revelou toda a verdade. 

As acusações de homicídio foram feitas contra o casal num subúrbio da Filadélfia depois de a autópsia do corpo do pequeno Tahjir Smith ter sido feita, a 22 de janeiro.

O exame corporal concluiu que o menino morreu depois de ter sido espancado violentamente, disse o procurador Kevin Steele. Ele morreu devido a um choque, um trauma grave e feridas térmicas… que nada têm a ver com uma tigela de cereais ou umas pancadas com uma sandália.

“Eles espancaram o seu corpo com tanta força que até tinha pegadas no rabo do menino quando a polícia foi chamada”, disse Kevin Steele. 

A polícia também disse que o menino sofreu fraturas nas costelas e tinha marcas de queimaduras no ombro direito depois de a sua mãe o ter posto no duche com água a ferver.

“Alguém que faz isto é um animal, fazer isto ao próprio filho e permitir que outra pessoa também o faça é impensável”, disse Chris Evans, um vizinho da família, na Filadélfia. 

“Mesmo depois de todos estes meses, foi um choque saber que este menino tenha sido submetido a essa tortura e que nenhum de nós se tenha apercebido do que se estava a passar”, acrescentou.

“Infelizmente, é tarde demais para Tahjir”, disse o procurador Kevin Steele num comunicado de imprensa no início desta semana.

Lisa Smith está grávida novamente e espera-se que dê à luz outra criança em breve.

Os dois advogados do casal recusam-se a comentar o caso.

Partilhar no Facebook
80 80 Partilhas

Fonte: Ayoyemonde
Crêdito foto: Ayoyemonde

Goste/partilhe