Um menino autista de 5 anos é “registado como predador sexual” por abraçar um estudante.

Todos os detalhes no interior.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

O jornal Mirror relata que um menino autista de 5 anos foi registado como predador sexual por abraçar um colega de classe.

O jovem Nathan, que frequenta o jardim de infância, teria dado um abraço a outro aluno e, quando os seus pais foram informados, eles disseram que o menino autista seria registado como predador sexual "para o resto da sua vida ".

Ainda de acordo com o Mirror, professores da East Ridge Elementary School, em Chattanooga, Tennessee, teriam acusado o jovem Nathan de passar os limites.

Segundo Summery Putnam, mãe de Nathan, ela recebeu um telefonema da professora no início de setembro.

A professora então disse a Putnam que Nathan foi formalmente acusado de "atividade sexual" por abraçar um colega de classe e beijar a bochecha de outro aluno.

A mãe de Nathan explica que o filho nem entende como poderia ter ultrapassado os limites.

A avó de Nathan, Debi Amick, decidiu escrever sobre isso no Facebook:

"Foi-nos confirmado que ficará gravado para sempre no registo como predador sexual. Esta criança é autista, entende e trabalha de uma maneira completamente diferente de uma criança típica de 5 anos.  A escola não quer ouvir o médico da criança que tenta explicar-lhes que Nathan não é capaz de entender quais são esses limites que teria atravessado? "

O porta-voz do Departamento de Educação do Condado de Hamilton, Tim Hensley, disse por enquanto que "a professora simplesmente fez seu trabalho ao relatar um incidente que testemunhou e que era conselho escolar a decidir quais ações serão tomadas posteriormente ".

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye