Um ladrão obriga a vítima a escolher entre ser violada ou fazer sexo com o próprio filho.

Todos os detalhes no interior ...

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

As autoridades informaram que uma mulher foi violada por um ladrão que lhe deu a escolha entre ser morta, violada ou fazer sexo com o próprio filho.

O ladrão de 33 anos, Joshua Henderson, fingiu ser trabalhador da construção civil quando atacou a sua vítima na segunda-feira passada no seu apartamento no Queens, em Nova York.

O New York Daily News explica que o homem disse que precisava montar equipamentos no topo do prédio em que a sua vítima estava a moror. Mais tarde, ele entrou no apartamento da vítima por uma janela às 18h, 16 de setembro.

O ladrão amarrou a vítima de 25 anos e, depois de fê-la acreditar que tinha uma arma, Henderson começou a procurar jóias e dinheiro no apartamento.

Depois do ladrão invadir o apartamento, em vez de simplesmente deixar o local, Henderson decidiu oferecer uma opção de absurdo perturbador à sua vítima. Assim, ela teria que escolher entre ser violada pelo ladrão, ser morta ou fazer sexo com o próprio filho.

A vítima, portanto, decidiu ser violada enquanto o filho estava amarrado na casa de banho.

Quando o violador terminou o ataque, ele pulverizou a vítima com água e sabão na esperança de destruir os traços de DNA.

Imagens filmadas por câmeras de vigilância identificaram Henderson e a vítima identificou-o durante uma operação policial, onde vários suspeitos foram apresentados à vítima.

Henderson, que tem três filhos, tem um longo histórico de roubo, e a polícia agora acredita que ele pode estar envolvido em vários casos de violação não resolvidos.

Finalmente, a esposa de Henderson está convencida de que o amante não fez nada e que os testes de DNA provarão a sua inocência.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye