Notícias : Um homem verte ácido encima da esposa adormecida porque ela não deu à luz um menino
Que acha? Deixe o seu comentário aqui.  

Um homem verte ácido encima da esposa adormecida porque ela não deu à luz um menino

Ela preferiu confrontar a sua tortura diária em vez de deixá-lo, até ao dia infernal de hoje.

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
1,014 1.0k Partilhas

Siraj, de 32 anos, derramou ácido sobre a sua esposa adormecida na segunda-feira 5 de Março, poucas horas antes do Dia Internacional dos Direitos da Mulher.

Farah, de 25 anos, ficou gravemente queimada enquanto ainda estava deitada na cama na sua casa em Moradabad, Nova Deli.

Siraj acusou a sua esposa de não lhe dar um filho quando acabara de dar a luz à sua segunda filha.

Mas o homem de 32 anos e a sua jovem esposa começaram a ter problemas no ano anterior quando este lhe começou a pedir um dote após sete anos de casamento, de acordo com a irmã de Farah, Nusrat Jahan.

Quando Farah foi apressada para o hospital, ela tinha graves queimaduras no seu rosto, mãos e abdómen.

Segundo a irmã de Farah, ela tinha-se casado com Siraj, um empreiteiro, há oito anos. O casal discutia há quase um ano, desde que Siraj começou a exigir um dote da família de Farah. E o que originou o ataque de ácido foi o fato de que Farah deu à luz a segunda filha do casal recentemente, muito para a desaprovação de Siraj, que queria um filho.

Farah foi capaz de confirmar que a família do marido começou a persegui-la e bater-lhe após o nascimento da sua primeira filha.

"Após o nascimento da minha primeira filha, meus sogros começaram a atacar-me, como se eu tivesse escolhido ter uma filha", diz ela.

"O assédio intensificou-se ao longo do tempo. Mas desde o ano passado, as coisas realmente começaram a piorar ". 

A família do marido exigia que Farah pedisse dinheiro aos seus pais para eles. Se ela recusasse ou voltasse com as mãos vazias, eles batiam-lhe.

Mas tudo 'rebentou' quando Farah deu à luz uma segunda filha. 

"Eu tentei viver a minha tortura diária pensando no bem-estar das minhas filhas. Eu perguntava quem cuidaria de mim e das minhas filhas se eu deixasse Siraj. Mas nunca esperaria que ele derramasse ácido sobre mim. Eu nunca o perdoarei. "

O que achou deste artigo? Partilhe o seu ponto de vista nos comentários, e partilhe com os seus amigos e familiares nas redes sociais…

Se estiver interessado nas últimas noticias sobre a atualidade, famosos,comédia, animais, lifestyle e noticias viriais, siga-nos na nossa página de  facebook Vamos lá Portugal

Deixe a sua opinião sobre a publicação.

Partilhar no Facebook
1,014 1.0k Partilhas

Fonte: ayoyeglobal
Crêdito foto: ayoyeglobal

Goste/partilhe