Um homem masacra uma gaivota contra uma parede porque ela lhe roubou uma batata frita.

Ele não lhe deu nenhuma chance.

Partilhar no Facebook
580 580 Partilhas

Um homem nos seus sessenta anos matou uma gaivota porque ela lhe roubou uma batata frita. Pelo menos é o que Rachael Beer, 40 anos, diz depois de ter assitido a toda a cena. O incidente ocorreu na última terça-feira, por volta das 17h30, em Weston-super-Mare, Inglaterra.

Mesmo que as gaivotas não sejam aves que todos apreciam, é completamente estupido matar uma qualquer que seja motivo!

Rachael contou que o pássaro roubou uma batata frita ao homem. Frustrado, o sexagenário pegou numa pata da gaivota e depois masacrou o pássaro contra uma parede. A gaivota não morreu instantaneamente, mas um veterinário teve que sacrificá-la porque as suas feridas eram muito sérias.

Horrorizada, Rachael confrontou o homem na frente de outras testemunhas, a maioria crianças, que estavam todas chocadas.

"Eu vi uma gaivota aproximar-se do homem e depois roubar uma batata frita no prato dele", disse Rachael. "De repente, ele agarrou-a pelas patas e atirou-a contra a parede."

"Eu ouvi uma das mães dizer:" Porque é que você fez isso na frente do meu filho? "E ele disse:" É um verme, você deve ensinar os seus filhos o que acontece aos vermes.

"Eu estava tipo," Oh meu deus, esse homem acabou de tentar matar uma gaivota. " Fui até à gaivota e tirei uma foto do pássaro e depois do homem. "

"Eu disse:" Porque fez isto? e ele apenas encolheu os ombros e saiu ".

"A gaivota não estava morta no começo. Nós poderíamos ver os olhos dela a contraírem-se, felizmente um transeunte veio buscá-la e levou-a ao veterinário. "

"As gaivotas são um problema, mas matar uma gaivota dessa maneira é muito cruel".

A SPCA concorda com Rachael.

"Este é um incidente chocante e uma maneira completamente inaceitável de tratar um animal, e deve ter sido muito perturbador para as testemunhas do ataque. "Agradecemos aos membros do público que puderam transportar esta gaivota a um veterinário para que ela não precisasse mais sofrer. Qualquer pessoa com informações sobre este ataque deve entrar em contato com a SPCA", disse um porta-voz da organização.

A polícia também apelou à população para encontrar o homem. Ele estaria nos seus sessenta anos, caucasiano, medindo 1.70m, com cabelos grisalhos. Ele tinha vestido calções rosa e uma suéter xadrez azul e rosa e sandálias castanhas.

Partilhar no Facebook
580 580 Partilhas

Fonte: LAD Bible · Crédito foto: Capture d'écran