Notícias : Um homem de 46 anos mata a namorada de 26 anos e depois viola o seu corpo enquanto lhe drena o sangue

Um homem de 46 anos mata a namorada de 26 anos e depois viola o seu corpo enquanto lhe drena o sangue

Todos os detalhes no interior.

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Em Cairns, Queensland, um homem cortou o corpo da namorada com uma serra antes de violar a vítima que estava a sangrar.

A cena horrível, que ocorreu em abril de 2016, ocorreu quando o casal passou a noite a beber. O casal formado por um homem de 46 anos e a sua namorada de 26 anos.

O casal estava a beber com a filha do assassino e outra mulher e, quando elas foram embora, o assassino e a sua vítima ficaram sozinhos na presença do irmão do homem.

O trio continuou a beber álcool, mas o irmão do assassino decidiu retirar-se para o seu quarto, pois sabia que o irmão ficava violento quando estava bêbado.

Alguns minutos depois, o casal começou a discutir com tanta violência que, embora o irmão e os vizinhos ouvissem o que estava acontecer entre os dois amantes, ninguém se atreveu a intervir.

O assassino teria dito à polícia que o casal havia discutido por causa do álcool. A namorado do assassino convenceu-o beber todo o álcool que tinham enquanto ele queria guardá-lo para o seu próximo aniversário no próximo mês. 

O homem bateu no rosto da namorada, e foi então que ele viu uma serra que estava numa caixa próxima.

A mulher foi atingida várias vezes antes de cair no chão, implorando ao homem para parar.

No entanto, ele decidiu violá-la e, enquanto cometia esse crime repugnante, a mulher morreu ao perder todo o sangue devido a um corte profundo no braço.

No entanto, o homem não teria percebido imediatamente que a namorada havia morrido, porque foi somente depois de adormecer ao lado dela que ele percebeu ao acordar que ela tinha perdido todo o sangue e morrido.

Finalmente, depois de ser acusado do assassinato brutal da namorada, o homem foi condenado à prisão perpétua e uma investigação revelou recentemente que, nos meses anteriores ao assassinato, ele foi submetido a vários relatos de atos de violência contra a mesma mulher.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye
Crêdito foto: Ayoye

Goste/partilhe