Um homem coloca o seu passageiro morto no banco do condutor após um acidente de viação.

Todos os detalhes no interior.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Após um acidente de carro, um homem de 20 anos é suspeito de colocar o seu falecido passageiro no banco do condutor, para que as autoridades acreditem que era ele que estava a conduzir.

O incidente muito perturbador ocorreu na noite de 6 a 7 de setembro em Leguevin (Haute-Garonne).

Os dois amigos de 20 e 21 anos que estavam a bordo do Renault Clio estavam a aventurar-se em estradas de alta velocidade quando o veículo saiu da estrada e bateu numa parede do lado direito do passageiro.

Segundo o que revela o jornal Dépêche du Midi, o impacto foi tão forte que o passageiro morreu instantaneamente.

As coisas ficaram muito preocupantes na terça-feira, quando as autoridades prenderam o jovem de 20 anos, porque agora ele é suspeito de ter instalado o seu amigo falecido que era passageiro no banco do condutor.

Desde a noite do acidente, a história "oficial" indicava que o sobrevivente era um passageiro, mas, na realidade, o verdadeiro passageiro era na verdade Axel, 21 anos, da cidade de Beauzelle.

Equipes de socorro disseram que o jovem de 21 anos morreu por causa dos ferimentos nos minutos seguintes ao acidente e que Axel já estava morto quando chegaram.

As autoridades alegam que foram coletadas amostras toxicológicas do suposto passageiro antes de ele ser transferido para um hospital.

Agora que suspeitamos que o "passageiro" era, de fato, o condutor, este poderá enfrentar muitos problemas nos próximos dias, porque as amostras tiradas nele mostraram uma forte presença de álcool acima das  2g por litro de sangue.

Foi durante a autópsia que os especialistas perceberam que o "condutor" era na verdade o passageiro e vice-versa.

Segundo o que revela o Parisien, foi ao descobrir que os ferimentos fatais no condutor não correspondem aos traços encontrados no veículo que os especialistas se aperceberam que algo não estava bem contado.

O passageiro falso finalmente admitiu durante a audiência que era realmente ele que ía a conduzir durante o acidente.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye