ÚLTIMA HORA: Tiroteio em escola faz pelo menos 20 mortos

É de uma tristeza infinita ...

Partilhar no Facebook
462 462 Partilhas

É uma verdadeira tragédia o que ocorreu esta quarta-feira, quando um estudante de 18 anos abriu fogo na escola onde estudava em Kerch, na Crimeia, matando cerca de 20 pessoas antes de cometer suicídio, segundo os relatórios dos meios de comunicação locais. O tiroteio foi seguido por uma violenta explosão dentro do prédio da escola técnica no final da manhã de quarta-feira.

"O perpetrador cometeu suicídio com uma arma. Ele era um estudante do quarto ano nesta escola. O seu corpo foi encontrado na biblioteca ", disse o primeiro-ministro da Criméia, Sergei Aksionov, ao canal de televisão Rossiya 24, acrescentando que "o autor dos assassinatos não tinha registro criminal".

Um balanço provisório apontava para 19 mortos e cerca de 40 feridos, de acordo com as informações disponíveis no momento da escrita deste artigo. Não foi possível confirmar se a contagem de 19 mortos contava com o assassino ou não.

"O exame preliminar dos corpos indica que (as vítimas) morreram de ferimentos de bala", disse o Comitê de Investigação, segundo a Agence France Presse.

"Eu ouvi tiros no primeiro andar. Todos nós corremos para o corredor, as pessoas estavam a correr e a gritar que um homem com uma metralhadora abriu fogo", disse à AFP um estudante que desejou permanecer anónimo.

"Depois houve uma explosão poderosa, mas felizmente eu já estava cá fora. Eu vi a onda de choque que partiu todas as janelas ", acrescentou ele ao telefone, em entrevista à AFP.

O Comitê de Inquérito diz que não é um ato terrorista, mas sim um assassinato em massa de um único indivíduo. A motivo do tiroteio não é conhecido no momento.

As imagens partilhadas nas redes sociais que vêm da câmera de vigilância da escola mostram o jovem de cabelos curtos, com uma camisola branca e calças pretas com uma arma na mão.

De acordo com o primeiro-ministro da Criméia, Sergei Aksyonov, o agressor, que recebeu uma bolsa de estudos para os seus estudos, nunca foi agressivo nas sua faculdade.

Todos os nossos pensamentos estão com as famílias e os entes queridos das vítimas, neste momento particularmente difícil.

Partilhar no Facebook
462 462 Partilhas

Fonte: GT · Crédito foto: GT