ÚLTIMA HORA: Homem pôs fogo a si mesmo em bomba de gasolina de Lisboa

Homem imolou-se em bomba de gasolina de Lisboa.

Partilhar no Facebook
792 792 Partilhas

De acordo com o Jornal de Notícias, um homem de 25 anos "imolou-se", esta quinta-feira, numa bomba de gasolina Galp, na A5, no sentido Lisboa - Cascais, na zona das Amoreiras.

A informação terá sido fornecida ao JN por fonte dos Sapadores de Lisboa.

As informações iniciais davam conta que teria ocorrido uma explosão no local, informações essas que não foram confirmadas.

A vítima teria ficado com grande parte do corpo queimada.

Notícia em atualização...

Outras notícias:

Portugal é campeão europeu de futsal para atletas com síndrome de Down

A seleção portuguesa de futsal de síndrome de Down sagrou-se esta quinta-feira campeã da Europa ao derrotar na final a anfitriã Itália, por 4-0, numa competição que decorreu em Terni.

Nélson Morais contribuiu com um'hat-trick' e César Morais com um tento, golos que garantiram a vitória lusa sobre a Itália, campeã do Mundo, na final do campeonato europeu da Federação Internacional de Futebol para Síndrome Down (FIFDS).

Portugal, que competiu com uma seleção da Associação Nacional de Desporto para Deficiência Intelectual (ANDDI), terminou a competição com quatro vitórias e uma derrota.

A chegada da delegação nacional está prevista para esta quinta-feira, por volta das 23:30, ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto.

Vamos todos esperar a seleção, e recebê-los como os verdadeiros campeões que são.

Outras notícias:

Seleção portuguesa de Síndrome de Down triunfa diante dos campeões do mundo

A seleção portuguesa de futsal de Síndrome de Down, venceu a atual campeã do mundo, a Itália, por 5-3 no primeiro jogo do Primeiro Campeonato da Europa de Futsal FIFDS.

A equipa portuguesa ganhou depois de ter marcado dois golos de César Morais (F.C. Porto), outros dois de Ricardo Pires (Movimento de Apoio de Pais e Amigos ao Diminuído Intelectual) e um golo de Luís Gonçalves (Cooperativa de Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas de Fafe), diz o Observador.

Esta quarta-feira, a seleção portuguesa tem mais jogos programados com a Turquia e com Itália. O primeiro jogo, Portugal-Turquia, acontece às 9h da manhã e uma hora mais tarde Portugal volta a jogar com a campeã do mundo, Itália. Portugal volta a jogar com a Turquia às 18h da tarde.

Vitória genial da seleção portuguesa neste primeiro campeonato da Europa, toda a equipa e mesmbros da equipa tecnica estão de parabéns.

A competição, que decorre entre 12 e 15 de novembro, em Terni, contempla ainda mais três jogos para Portugal.

Jovem rapaz com síndrome de Down salva a vida a duas meninas

Quando você vai à praia, provavelmente observa os seus filhos de perto. Mas é apenas uma questão de segundos para a corrente tirar uma pessoa de terra firme

Quando uma mãe viu a sua filha de 10 anos a serlevada pelas ondas perto da praia de Sabaudia, na Itália, ela entrou em pânico. Felizmente, um adolescente viu toda a cena e foi capaz de reagir rapidamente.

Valerio Catoia, um adolescente de 17 anos com síndrome de Down, viu a menina de 10 anos e outra menina de 14 anos serem levadas pela corrente. Elas gritaram por socorro e Valerio não esperou nem um segundo para ajudá-las.

Valerio e o pai saltaram à água e foram até às duas meninas. O pai ajudou a menina de 14 anos e Valerio foi resgatar a menina de 10 anos.

Normalmente, não é recomendado que as pessoas tentem ser heróis em tais situações. É muito perigoso ser levado pelas ondas, por isso é melhor deixar os salva-vidas fazê-lo. Mas Valerio nada desde os três anos de idade e até competiu na esperança de ir aos Jogos Paralímpicos. Além disso, Valerio havia recebido treino em primeiros socorros. Ele sabia o que fazer e como reagir nessa emergência.

Quando Valerio trouxe a menina de 10 anos sã e salva na praia, a mãe pegou a filha nos seus braços. Ela nunca agradeceu a Valerio. Mas o ato de heroísmo do jovem adolescente Síndrome de Down não passou despercebido.

O ex-primeiro ministro Matteo Renzi disse que a Itália como um todo está orgulhosa do que o adolescente fez. O ministro do desporto do país até premiou Valerio com o prêmio "Campeão da Solidariedade Italiana" e uma medalha e placa comemorativa.

Valerio aguarda ansiosamente o início das aulas e recomeçou a treinar, mais motivado do que nunca para chegar aos Jogos Paralímpicos. Ele disse que, embora a atitude das pessoas ao seu redor tenha mudado, ele permaneceu o mesmo.

Esse jovem é um verdadeiro herói! Bravo Valerio!

Partilhar no Facebook
792 792 Partilhas

Fonte: JN · Crédito foto: JN