Tia tenta envenenar a sobrinha por ciúmes, mas avó percebe a tempo e salva a neta a tempo

Recentemente, uma avó salvou sua neta da morte quando reparou que o leite materno que ia beber estava escuro.

Partilhar no Facebook
283 283 Partilhas

Quando foi dar a mamadeira para a neta, a avó percebeu que o leite estava escuro e resolveu jogar fora, o pior, ela descobriu que o leite estava envenenado e quem tinha feito isso era a sua outra filha, simplesmente porque estava com ciúmes.

A avó da família Rodriguez-Miranda permitiu que o filho, sua noiva e a neta fossem morar com ela e sua outra filha devido à sua situação financeira, eles não tinham condições de se bancarem financeiramente.

Mas sua outra filha, chamada Sarai, ficou com ciúmes e não queria dividir a atenção da mãe, foi aí que a avó resolveu olhar o celular de Sarai e encontrou mensagens entre ela e o namorado: a jovem estava planejando envenenar sua sobrinha de 11 semanas, colocando comprimidos em seu leite. 

Nas mensagens ela dizia: “eu espero que ela morra … eu não me sinto mal com isso…” A filha não tinha remorsos do que estava fazendo e por isso a avó resolveu tirar print das conversas para provar as intenções macabras da filha, e foi até a geladeira.

Quando ela foi conferir o leite separado pela mãe da criança na geladeira ela percebeu que havia algo errado. O leite em um dos frascos tinha uma cor mais escura. Um círculo de cor esverdeada no fundo da garrafa denunciava que a filha já tinha colocado o plano em ação. Ela foi corajosa e não encobriu a atitude criminosa da filha, entregou as provas para a polícia que fez a análise da toxicologia e descobriu mais tarde que, dentro do leite, havia o equivalente a 9 comprimidos Excedrin, suficientes para matar um adulto. Depois disso, não haviam dúvidas: Sarai tentou envenenar sua sobrinha recém-nascida. 

Ao perceber que seria descoberta Sarai fugiu com o namorado e esteve desaparecida durante quase um ano. Em 28 de setembro de 2017, ela foi encontrada pela polícia e acusada de tentativa de homicídio.

Não deve ter sido fácil entregar a própria filha para a polícia, mas essa avó fez a coisa certa. Uma pessoa que é capaz de fazer mal a uma criança, por motivos bobos, também é capaz de fazer mal a qualquer um. Agora ela terá muito tempo para pensar no que fez, atrás das grades.

Partilhar no Facebook
283 283 Partilhas

Fonte: Liftable · Crédito foto: Liftable