Sobrevivente de cancro da mama atravessa o Canal da Mancha 4 vezes sem parar

Uma verdadeira façanha.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Esta é sem dúvida uma das mais bonitas notícias do dia e vem do norte da Europa, onde uma sobrevivente de cancro da mama atravessou o Canal da Mancha 4 vezes sem parar. Uma verdadeira façanha para quem estava num estado de saúde muito delicada é pouco.

É o Paris Match que conta a história de Sarah Thomas, uma americana de 37 anos que fez uma excelente façanha ao conseguir nadar pelo Canal da Mancha sem parar. Ela nadou de um lado para o outro entre Dover na Inglaterra e Cap Gris-Nez em França. O que a torna a primeira pessoa a alcançar tal feito. O feito demorou um total de 54 horas. 

Sarah Thomas, uma sobrevivente de cancro de 37 anos de idade, completou um percurso épico de 200 quilómetros através do Canal da Mancha e tornou-se a primeira mulher a fazê-lo QUATRO vezes sem parar. Ela acabou de se tornar no meu novo herói; que exibição impressionante de força e coragem!

O mínimo que podemos dizer é que essa travessia não foi fácil porque o Paris Match explica que Sarah Thomas foi particularmente picada por uma medusa e a água salgada do canal lhe queimou a garganta. Condições difíceis que ainda assim não a pararam, mesmo que ela confesse que não foi nada fácil. No final do desafio, uma taça de champanhe esperava, uma recompensa merecida para quem conseguiu forçar os seus limites para provar que na vida tudo é possível ou quase.

O mais impressionante nesta história é que Sarah Thomas, natural do Colorado, sobreviveu ao cancro de mama. Há um ano, ela venceu a doença e decidiu virar a página nesse período sombrio. Ela queria dedicar o seu feito a todos os sobreviventes de cancro e outras doenças graves. Uma linda mensagem que ela quer fazer chegar ao mundo inteiro para que possamos recuperar de um teste da vida.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye