“Sinto-me triste quando faço sexo com o meu avô”

Uma história chocante.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

"Sinto-me feliz quando sou amada, sinto-me triste quando durmo com o meu avô". Esta frase assustadora vem do depoimento de uma menina de 8 anos que foi violada por um homem de 73 anos que cuidava dela.

É o Daily Mail que relata esta notícia que lhe pode dar arrepios. De fato, na Austrália, um enorme escândalo de pedofilia está a explodir a céu aberto. Desmond Gore, um homem de 73 anos, foi considerado culpado de abuso sexual de crianças pequenas. Entre elas estão três meninas de oito anos de idade, uma das quais escreveu um testemunho comovente que diz: "Sinto-me triste quando durmo com o meu avô". Desmond Gore, não era o seu avô, mas sim alguém que tinha que cuidar dela, um pouco como uma família anfitriã.

O Daily Mail explica que Desmond Gore cometeu a maioria dessas atrocidades em sua casa. Os fatos ocorreram entre 2007 e 2010, mas a justiça demorou a julgar este caso. Foi graças a um assistente social que a polícia ouviu as ações dessa pessoa. Ele usou precisamente o famoso testemunho da menininha de 8 anos completamente traumatizada pelo que havia acontecido com ela.

O pior dessa história é que o departamento australiano de proteção à criança recebeu reclamações bem cedo, mas foi apenas dois anos após os primeiros relatos de que as autoridades decidiram agir, relata o Daily. Mail. No total, Desmond Gore abusou sexualmente de seis crianças, cinco das ele convivia diariamente.

Apesar do testemunho esmagador, Desmond Gore sempre negou as acusações, diz o Daily Mail. Ele deu todas as desculpas possíveis e inimagináveis, incluindo uma em que ele afirma que não poderia cometer tais crimes, uma vez que ele era sexualmente impotente na época. Desculpas que obviamente não convenceram a justiça australiana. Ele saberá a natureza de sua sanção esta sexta-feira.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye