Refugiado Sírio mata mulher em frente aos filhos

Homem mostra-se em direto coberto de sangue

Partilhar no Facebook
510 510 Partilhas

Refugiado Sírio mata mulher em frente aos filhos


Abu Marwan, um refugado Sírio  de 41 anos foi detido depois de ter morto a mulher à facada em frente aos filhos. Apos cometer o crime o homem fez um direto para as redes sociais onde explicou porque cometeu o crime:

"Eu tentei resolver as coisas com ela, mas ela expulsou-me de casa. Por isso esfaqueei-a. Se ela morreu ou não, não sei. A todas as mulheres deixo o aviso: e assim que vão acabar se traírem ou irritarem os vosso maridos", disse o homem no vídeo mostrando a cara suja de sangue e um corte que fez na mão enquanto esfaqueava a mulher.

Um dos filhos estava presente quando ele matou a mulher. Após cometer o crime ainda tentou fugir om as crianças mas foi travado pelas autoridades alemãs. O alerta terá sido dado pela filha que viu a mãe morrer à sua frente.

Segundo os vizinhos o homem era violento, já tinha ameaçado diversas vezes a mulher e por isso ela pediu o divorcio. A mulher confessou ainda que estava apaixonada por outro homem e queria ficar com a custodia dos três filhos.

Na sexta-feira à tarde um homem de 41 anos, de nacionalidade síria, matou a mulher de 37 anos num apartamento em Mühlacker e fugiu com um dos filhos a pé. Outra menor no apartamento, a filha, ligou para a polícia a contar o que tinha acontecido. Foi montada uma operação com um grande contingente policial que depressa capturou o fugitivo. O suspeito mantém-se detido a aguardar julgamento", adianta o procurador responsável pelo caso.

Partilhar no Facebook
510 510 Partilhas

Fonte: www.cmjornal.pt · Crédito foto: www.cmjornal.pt