Quase 25 kg de plástico são encontradas no estômago de uma cachalote morta e grávida.

Isto tem de parar!

Partilhar no Facebook
1,102 1.1k Partilhas

Todos amamos o oceano, e para aqueles de nós que não têm a sorte de morar perto dele, estar perto dele é algo que a maioria de nós sonha em fazer todos os verões.

Mas os nossos oceanos e os animais que vivem neles estão a sofrer devido a algo que é usado por todos nós todos os dias, o plástico.

A quantidade de plástico que anda a flutuar nos nossos belos mares é chocante.

E nada ilustra isso mais chocante do que a imagem de uma cachalote morta numa praia. Cerca de 25 quilos de plástico foram encontrados na sua barriga.

Um feto também foi encontrado na barriga da baleia.

Só para colocar em contexto 25 kg pode ser comparado a dois grandes sacos de comida de cão ou um fardo de feno. Mas o plástico, no estômago de uma baleia, deve ter sido extremamente doloroso.

Esta bela cachalote, uma espécie em extinção, foi encontrado nas praias de Porto Cervo, na Sardenha, um popular local balneário italiano.

Ela é uma das pelo menos cinco baleias que morreram devido ao plástico nos últimos dois anos, de acordo com o The World Wildlife Fund, conforme relatado pela Business Insider.

"Ela estava grávida e quase certamente abortou antes de morrer", disse Luca Bittau, presidente do grupo SeaMe, à CNN.

Nas Filipinas, uma baleia de bico de Cuvier foi encontrada morta com 40 kg de plástico no seu estômago.

A quantidade de plástico impedia que a baleia se alimentasse de comida e morreu de desidratação e fome depois de vomitar sangue, disseram os cientistas.

Luca Bittau disse à CNN que os médicos veterinários em Pádua, na Itália, estão a realizar vários testes para determinar a causa exata da morte, mas provavelmente também está relacionada ao plástico.

Em média, 8 milhões de toneladas de plástico entram no oceano todos os anos.

Medidas estão a ser tomadas por cidades e países ao redor do mundo para proibir o uso de plásico: o Parlamento Europeu aprovou uma lei que proíbe palhas descartáveis, bolas de algodão e talheres de plástico até 2021. 

O plástico está a deixar os nossos oceanos doentes e se isso não o faz parar e pensar, eu não sei o que fará. Todo esforço para reduzir o uso de plástico, por menor que seja, ajuda.

Por favor, partilhe o artigo para destacar este problema.

Partilhar no Facebook
1,102 1.1k Partilhas

Fonte: Newsner · Crédito foto: Newsner