Polémica: Português em apuros depois de criar bolacha Ronaldo

Proprietário do estabelecimento garante que doce era apenas uma brincadeira entre amigos e clientes.

Partilhar no Facebook
161 161 Partilhas

Uma "brincadeira inocente" com a venda de "bolachas Ronaldo" num café português no Reino Unido, para mostrar apoio ao futebolista português, causou tanta controvérsia em 24 horas que o proprietário admite ter de fechar o negócio.

"Quem me conhece sabe que nunca foi minha intenção provocar qualquer polémica", disse à agência Lusa José Gonçalves, surpreendido com as reacções recebidas.

Gonçalves, de 47 anos, assume até ser homossexual e explicou que este é um artigo que se encontra frequentemente em encontros gay. No entanto, dirante o fim-de-semana foi encorajado por amigos a fazer uma fornada com referência ao internacional português em manifestação de apoio e chamar-lhes "Ronaldo cookies".

A fotografia publicada na página de Facebook do café Our Taste of Portugal, em Worcester, a 200 quilómetros a norte de Londres, atraiu a atenção imediata dos meios de comunicação locais.

O que desencadeou uma série de comentários negativos.

"Tentar vender bolachas representando uma mulher a ser violada é desprezível", comentou Brookelle Graves, enquanto que Siân Patterson disse que era "chocante", acrescentando: "Quem já decidiu usar a violação como uma piada e depois tentar lucrar com isso precisa de pensar de novo".

Ao que José Gonçalves já respondeu por intermédio da página do café

"Eu amo o Cristiano Ronaldo. Eu vou defender o Ronaldo porque acredito em sua versão. Em relação às bolachas , a Radio usou a palavra "violação" por vontade própria. Não tenho nada a ver com isso. A nossa idéia era fazer 30 biscoitos e brincar com a situação com os nossos amigos e clientes, nos quais tudo era bem aceite e todo mundo achava piada. Somente um dia! Foi muito malicioso o que o rádio postou na página. Eu não autorizei isso. Eu sou homossexual e fui abusado quando era criança. Se há pessoas que não gostam de ouvir essa palavra, então eu sou uma delas. Desculpem-me se eu fiz as pessoas se sentirem mal. Eu só tenho que pedir desculpas a todos."

Partilhar no Facebook
161 161 Partilhas

Fonte: CM · Crédito foto: CM