Pai traz filha de volta a vida meia hora depois que ela tinha sido dada como morta.

Ele não desistiria!

Partilhar no Facebook
456 456 Partilhas

Ruslan e Anastasia Odonec residem na cidade de Dnipro, na Ucrânia e estavam dando uma grande festa com seus filhos, amigos e outros familiares para comemorar a chegada do Ano Novo. A vida deles estava completa e feliz, casa nova, amigos, tudo perfeito, até o momento que Anastasia e Ruslan foram ver seu filho de 5 anos, Radomir, e a outra filha Alesya, de 3 anos que estavam brincando com um primo mais velho, tudo estava bem, até que tudo ficou quieto e resolveram ir verificar e não encontraram mais as crianças, procuraram pela casa toda até que se depararam com a cena mais triste da vida deles: sua filha Alesya estava no fundo da piscina, e parecia já estar morta. 

Ele pulou na piscina, pegou o corpo da menina e a deitou no chão. Ela não estava respirando. Anastasia desceu até o salão de esportes e, ao ver sua filha, começou a gritar. Então ela desabou, insconsciente.    

Todos ficaram desesperados e os avós chamaram a ambulância enquanto Ruslan pulou na piscina para pegar Alesya. Fez respiração boca a boca, mesmo não sabendo ao certo o que estava fazendo. Dez minutos depois a ajuda chegou, o médico tentou reanima-la de todas as formas, mas não teve sucesso, e infelizmente, declarou que ela tinha morrido. Os pais choravam sobre a menina e aquilo parecia mais um pesadelo, Ruslan não conseguia aceitar e continuou tentando ressuscitá-la pressionando seu peito, todos pediam para ele parar, mas ele não parava e continuou a encher os pulmões da menina de ar e a apertar seu peito. Seu desespero era tão grande que ele não iria parar até que o segurassem e o tirassem de lá. Até que ele sentiu que ela estava voltando, e ninguém acreditou nele, ele gritava e dizia que ela estava viva, e ele estava certo. Todo o processo demorou cerca de 40 minutos, e Alesya foi imediatamente levada ao hospital, em coma. 

Foram dias interna no hospital até que a condição de Alesya se estabilizou e foi transferida para Moscou. Só duas semanas depois, Alesya finalmente acordou. Os médicos não acreditavam, parecia um milagre, e afirmavam que ela ficaria com sequelas, pois ela não conseguia ver, falar, nem ouvir. Mas depois de alguns meses ela estava completamente curada, falando, andando, ouvindo... Um verdadeiro milagre! Hoje a menina está crescendo cada dia mais linda, e o pai é lembrado da sua atitude de amor e devoção! Ela só está viva porque ele acreditou que ela podia viver. 

Conheça a menina que voltou a vida no vídeo (em russo): 

Ela é uma guerreira que lutou para viver, e sentiu o amor do pai tão intenso por ela. Ela não desistiu e voltou para os braços dos pais. Realmente, o amor e a fé fazem milagres...

Partilhar no Facebook
456 456 Partilhas

Fonte: Não acredito · Crédito foto: Não acredito