Pai condenado a seis anos de prisão por violar a filha adotiva.

Ela ficou em silêncio durante 7 anos

Partilhar no Facebook
2,804 2.8k Partilhas

Um francês de 72 anos foi condenado a seis anos de prisão por violar a filha.

A sentença foi pronunciada pelo tribunal de Tarascon, nas Bouches-du-Rhône.

A filha confessou à sua mãe no ano passado depois de ficar em silêncio durante muitos anos.

Ela foi vítima de abuso sexual dos 6 aos 12 anos.

O pai adotivo acariciava-a sexualmente de forma regular e forçava-a a fazer sexo oral. Sexo anal também teria ocorrido.

Ele ameaçava a menina que a ia abandonar e aos seus irmãos se ela falasse. Foram precisos 7 anos para a vítima expressar o seu sofrimento, 1 ano mais que a setença do homem.

Ela perdeu 10 quilos durante os procedimentos judiciais. A vítima agora quer mudar o seu nome para que possa começar uma nova vida.

Partilhar no Facebook
2,804 2.8k Partilhas

Fonte: ayoyemonde · Crédito foto: ayoyemonde