O Porsche em que Paul Walker circulava estava defeituoso.

Porsche tinha defeito.

Partilhar no Facebook
894 894 Partilhas

Quatro anos após a trágica morte do famoso ator Paul Walker, a filha ganhou  finalmente uma longa luta contra o fabricante de automóveis Porsche.

Pouco depois da morte de Paul Walker, a sua filha Meadow entrou com uma ação judicial contra a Porsche por homicídio culposo.

Enquanto a empresa tentou tudo para bloquear o porcesso de Meadow, a Porsche teve finalmente que fazer um acordo com ela.

Foi o canal E! Notícias que alegadamente encontrou um documento indicando que um acordo amigável entre as duas partes foi alcançado.

Então, sempre de acordo com E! Notícias, o documento demonstra que o fabricante de automóveis teve que admitir que "não tinha medidas de segurança que poderiam ter impedido o acidente, ou pelo menos permitir que Paul Walker não morresse no acidente".

Finalmente, o documento indica que o cinto de segurança de Paul Walker estava com defeito. Tudo indica que o ator poderia ter tentado escapar do veículo se o cinto tivesse funcionado corretamente.

Partilhar no Facebook
894 894 Partilhas

Fonte: Les autos · Crédito foto: Les autos