O Canadá legaliza oficialmente a canábis recreativa

Para quando Portugal?

Partilhar no Facebook
45 45 Partilhas

Esta quarta-feira, 17 de outubro, o Canadá tornou-se o segundo país do mundo e o primeiro país do G20 a legalizar a canábis recreativa.

Passou quase um século desde que a canábis foi proibida no Canadá. Hoje, o Canadá seguiu o exemplo do Uruguai, pioneiro no campo, legalizando a canábis recreativa com o objetivo de eliminar o mercado negro.

À meia-noite, a leste do Canadá, dezenas de pessoas apresentaram-se à frente de uma loja Tweed, que abriria a essa hora tardia para a ocasião, para vender as primeiras poucas gramas de canábis "Legal".

A legalização da canábis foi um dos compromissos de Justin Trudeau, chefe do governo canadiano desde há três anos. Dito isso, o governo quiz deixar a cada província a organização do comércio.

A canábis é agora legal no Canadá.

No Quebec, uma dúzia de lojas estatais da Quebec Cannabis Society (SQDC) foram abertas e poderão ser abertas 150 nos próximos três anos. No entanto, Manitoba e Alberta, para começar, permitiram apenas alguns pontos de vendas privados. Estima-se que o mercado legal valha cerca de 6 bilhões de dólares (4 bilhões de euros) por ano e por província.

Justin Trudeau lembrou que esta legalização deveria permitir restringir o acesso da droga a menores e "tirar o dinheiro dos bolsos das organizações criminosas".

A data de 17 de outubro de 2018, portanto, foi devidamente celebrada em várias cidades, incluindo Toronto e Montreal, mas também na Bolsa de Valores de Toronto, onde bilhões de dólares foram investidos neste novo mercado lucrativo. Por exemplo, a Canopy Growth, líder de mercado, ganhou 448% num ano e valia na noite de terça-feira 13,88 bilhões de dólares.

Bill Blair, ministro responsável pela redução do crime organizado, recorda que a legalização da canábis é principalmente um processo, não um acontecimento: "Durante quase um século, grupos criminosos controlaram totalmente o mercado, 100% de sua produção e distribuição, e beneficiaram de bilhões de dólares todos os anos. Eles não desaparecerão em silêncio durante a noite. "

De fato, Bill Blair pretende amputar 25% do mercado negro até o final do ano, mais de metade dentro de um ano. Finalmente, o Departamento de Justiça indicou que levaria quatro anos para erradicar totalmente o mercado negro.

Partilhar no Facebook
45 45 Partilhas

Fonte: demotivateur · Crédito foto: demotivateur