Mulher grávida de gémeos é expulsa de restaurante porque a sua roupa é considerada inadequada.

“Quando a empregada me pediu para sair, perguntei-lhe se estava a falar a sério”

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Uma mulher grávida foi expulsa de um restaurante. A razão é realmente inacreditável!

Originária de Marysville, Washington, Charisha Raylee Gobin recentemente teve uma experiência muito má quando se dirigiu a um restaurante. Grávida de gémeos, ela usava um top cortado que revelava a sua barriga redonda.

Mas por causa da sua roupa, uma empregada do Buzz Inn Steakhouse pediu-lhe para abandonar o estabelecimento.

Segundo ela, a roupa não respeitava as regras do restaurante: "Sem sapatos, sem camisola, sem serviço". 

Charisha ficou muito chocada com a atitude do restaurante, especialmente porque não é um restaurante particularmente elegante.

"Quando a empregada me pediu para sair, perguntei-lhe se ela estava a falar a sério".

"É só porque o meu estômago é grande e estava a sair ... mas se tivesse sido qualquer outra pessoa, eu não acho que teria sido um problema", escreveu ela  enfurecida na sua página no Facebook. . 

A cadeia de restaurantes viu a sua mensagem e respondeu nos comentários. "Oferecemos as nossas mais sinceras desculpas pelo mal-entendido e incentivamos os nossos funcionários a não desrespeitarem as nossas regras porque queremos que todos os visitantes se sintam confortáveis". 

Após a controvérsia, o restaurante pediu desculpas a Charisha: "Sinceramente sentimos muito e vamos explicar à nossa equipa que nem sempre devemos aplicar uma regra que faça com que as pessoas se sintam desconfortáveis ", diz o comunicado.

O restaurante pede desculpas, mas justifica-se

"A empregada em questão tem sido uma empregada muito boa de 20 anos. Ela tentou exercer bom senso e não quis ser desagradável com a cliente",  pode ler-se no comunicado.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye
Crédito foto: Ayoye