Menino de 7 anos é rotulado de “monstro” antes do pai dar uma lição ao intimidadores com uma publicação no Facebook

Pai dá lição a intimidadores

Partilhar no Facebook
966 966 Partilhas

Menino de 7 anos é rotulado de "monstro" antes do pai dar uma lição ao intimidadores com uma publicação no Facebook 

Jackson Bezzant, 7 nos, estava a tomar o pequeno almoço na escola quando três meninos mais velhos se aproximaram dele e começaram a gozar e a provocá-lo. Eles chamaram-lhe nomes como "monstro" e "feio" enquanto Jackson estava ali sentado, completamente indefeso.

Felizmente, um auxiliar  da escola tomou conhecimento da situação e parou o bullying cruel antes de escalar ainda mais.

Mas a história deixou o pai preocupado, Dan, em lágrimas.

Jackson nasceu com o síndrome de Treacher Collins, uma condição rara que afeta o desenvolvimento de ossos e tecidos faciais. Jackson está quase surdo e já passou por uma cirurgia para reconstruir o soquete dos olhos.

Por causa da sua aparência, Dan testemunhou que o filho se tornou vítima de bullying - nas mãos de pessoas de todas as idades.

"Uma vez, uma mulher passou por nós, e nós podémos ouvi-la dizer: 'Viste o rosto daquele menino?'", conta.

Depois de ouvir o que aconteceu com Jackson na escola, Dan decidiu tomar uma posição. Mas ele nunca esperava que a sua publicação no Facebook criasse uma reação em cadeia como esta.

Confira a razão pela qual a publicação de Dan está a dar tanto que falar.

Este é Jackson Bezzant, e ele tem quase 8 anos de idade.

Jackson nasceu com síndrome de Treacher Collins, uma condição rara que causa desenvolvimento inadequado de ossos e tecidos faciais. A sua audição e visão são gravemente prejudicadas, e ele necessita de aparelhos auditivos.

O menino de Rigby, Idaho, terá que passar por muitos procedimentos ao longo da sua vida.

Dan decidiu que já bastava. Ele publicou no Facebook depois do incidente na escola uma poderosa e assustadora mensagem pública:

“O meu coração está em pedaços agora, e minha alma sente que está sendo arrancada do meu peito. Este jovem bonito, meu filho Jackson, tem que suportar constantemente comentários depreciativos e a ignorância como nunca havia testemunhado antes. Ele é chamado de feio, louco e monstro diariamente por seus colegas na escola. Ele fala sobre suicídio e ele só tem 8 anos!

Ele diz que não tem amigos e que todos o odeiam. As crianças jogam pedras sobre ele, empurram e gritam palavras horríveis. Por favor, tire um minuto e imagine se ele fosse seu filho. Leve um minuto para educar seus filhos sobre as necessidades especiais. Fale com eles sobre compaixão e amor para os nossos semelhantes. Sua condição é chamada Treacher Collins… Ele suportou uma cirurgia horrível e terá muitas mais nos próximos anos. Enfim, eu poderia continuar… mas por favor, eduque seus filhos.

Por favor, partilhe isto. Isto não deveria acontecer a ninguém.”

Dan não esperava que a sua publicação se tornasse viral, mas foi isso exatamente que aconteceu.

Agora, outras crianças da escola de Jackson estão a aproximar-se dele e da sua família, querendo ser seu amigo e protegê-lo.

Mas Dan quer que os leitores saibam que ele não culpa os professores de Jackson ou a escola. Em vez disso, ele diz que a responsabilidade é de outros pais que devem ensinar os filhos sobre bondade e aceitação.

"Eu quero que os pais vejam a minha postagem e sintam como tenho o coração partido", diz ele. "Por favor, eduquem os filhos e avise-os de que o bullying não é correto".

O que acha da atitude deste pai ao publicar isto no facebook?

Partilhar no Facebook
966 966 Partilhas

Fonte: Littlethings · Crédito foto: Littlethings