Menino de 12 anos morre após ser acorrentado na casa de banho durante vários meses.

Absolutamente horrível.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

No condado de Monroe, Indiana, um pai e uma madrasta foram acusados após a morte de um menino de 12 anos que passou vários meses acorrentado a uma banheira enquanto usava um colar elétrico para cão ao pescoço.

Foi na semana passada que o menino chamado Eduardo foi hospitalizado pouco antes da sua morte.

O menino pesava menos de 23 quilos, enquanto uma criança da sua idade pesa em média 40 quilos.  

Foi por causa desse peso anormal que os investigadores decidiram questionar o pai e a madrasta da criança, mas a polícia certamente não devia esperar os horrores que logo descobriria.

De fato, os investigadores descobriram fotos em que se podia ver o jovem Eduardo, acorrentado à banheira de um quarto de motel, enquanto usava uma coleira elétrica no pescoço. 

Algemas e correntes também estavam no quarto do motel.

O pai Luis Posso e a madrasta Dayan Medina Flores foram presos e os outros filhos do casal foram transferidos para uma família adotiva.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye