Mais de 40 centímetros de granizo caem em Roma em meia hora

Imagens impressionantes!

Partilhar no Facebook
528 528 Partilhas

Uma violenta tempestade de chuva e granizo combinada com fortes ventos atingiu a cidade de Roma na Itália na noite passada.

Os condutores ficaram presos nos seus carros enquanto as ruas e estradas eram transformadas em mini-banquisas de gelo.

O acúmulo de granizo chegou a 40 cm em alguns lugares.

A água infiltrou-se no metro forçando a evacuação de várias estações.

Os bombeiros italianos realizaram mais de 120 operações de socorro, de acordo com o jornal italiano Corriere della Serra.

Veja as imagens capturadas por testemunhas:

"Parecia uma bomba de água e este é o resultado, estou sem palavras", disse uma jovem diante das câmeras italianas.

"Esta noite, uma tempestade violenta atingiu Roma com granizo, o que causou várias inundações em algumas partes da capital, especialmente no leste da cidade. (...) Pedimos desculpas pelo inconveniente ", disse a presidente da Cãmara Virginia Raggi no Facebook.

Vários condutores viram-se encalhados em água ou gelo, enquanto o escoamento entrava em estações subterrâneas e forçava o encerramento de pelo menos seis paragens de autocarro e uma estação de metro. Todas as estações foram reabertas na manhã de segunda-feira.

De acordo com as informações que temos atualmente, o fenómeno climático e suas consequências não causaram nenhum ferido ou morto.

O dano são numerosos: comércios e prédios municipais foram inundados.

A água da chuva também alagou uma igreja, a basílica de San Sebastiano, onde até 50 cm de água cobriam o chão da histórica basílica. A Igreja fez parte das sete mais visitadas pelos peregrinos até o Jubileu de 2000. A tragédia aconteceu devido às fortes chuvas, granizo e ventos que atingiram a capital italiana ontem. 

Devido à situação emergencial de Sicília, o governador da região Nello Musumeci definiu a situação como "dramática" e convocou uma reunião com os dirigentes de departamentos interessados. Cerca de 6 milhões de euros já foram destinados para as zonas mais atingidas. Já em Milão, fortes ventos derrubaram árvores, enquanto em Rimini tempestades de vento deixaram estragos. A chuva danificou trechos de Bolonha, assim como de diversas outras cidades italianas.

A população do sul e do centro da Itália estão em alerta máximo esta segunda-feira após a onda de mau tempo ter varrido o país, com  granizo, inundações e ventos fortes.

Partilhar no Facebook
528 528 Partilhas

Fonte: ayoye · Crédito foto: ayoye