Mãe vê marcas vermelhas na foto do filho - Horrorizada pelo doente segredo do namorado

Isto é nojento. Este homem deveria estar trancado.

Partilhar no Facebook
1,303 1.3k Partilhas

Mãe vê marcas vermelhas na foto do filho - Horrorizada pelo doente segredo do namorado

Em Kansas City, no Missouri, um menino de 2 anos fez as necessidades nas calças, trágicamente, o homem que o observava no momento decidiu que uma punição apropriada seria atirar a criança numa banheira de água a ferver. Daniel Rose, de 32 anos, estava a cuidar do filho da namorada, Korbin, quando ocorreu o incidente em 2013.

Segundo relatos, a mãe da criança, DJ Gilbert, estava no trabalho. Korbin sofreu queimaduras de terceiro grau e passou três semanas no hospital com um cateter, um IV e um tubo N - o que o ajudou a manter-se vivo.

As queimaduras causaram danos nas entranhas e estômago de Korbin, o que significava que ele não podia beber, comer ou ir à casa de banho sem ajuda.

Os médicos temeram que Korbin nunca caminhasse novamente, mas com tempo e paciência, Korbin superou o sucedido!

Gilbert disse que a pele de Korbin estava vermelha brilhante e tinha manchas brancas onde estava a escamar. Korbin teve queimaduras de terceiro grau nos seus órgãos genitais, nádegas, a maioria das pernas e ao redor da cintura. 

Rose foi preso e condenado a 12 anos de prisão por assalto em primeiro grau. Gilbert ficou chocada com o que Rose fez, ela diz que não havia nada que o pudesse indicar.

No início, Rose até mentiu sobre o que aconteceu, ele disse que Korbin tinha uma "erupção cutânea". Gilbert sabia que era menitra quando viu as imagens chocantes do corpo do filho.

Gilbert afirmou que Rose já havia estado nas forças armadas e pensou que ele era digno de confiança - ela o conhecia há quinze anos, mas só estavam a namorar há alguns meses quando ocorreu o incidente.

Partilhar no Facebook
1,303 1.3k Partilhas

Fonte: relayhero · Crédito foto: relayhero