Mãe tira uma foto da enfermeira que cuida da «filha e deixa o seu comportamento a descoberto

O céu tem mais um anjo, descanse em paz, doce Sophia!

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Há muitos trabalhos dignos de reconhecimento, mas, sem dúvida, o trabalho de médico ou enfermeiro, leva todos os prémios.

Ser enfermeiro requer uma alta vocação de serviço, pois deve comprometer-se a oferecer bem-estar aos seus pacientes, independentemente da condição.

Recentemente, a fotografia de uma enfermeira que agia com dissimulação começou a tomar forma nas redes sociais, embora ela tentasse passar despercebida, a câmera da mãe da menina capturou o que estava a fazer.

A pequena Sophia tinha apenas dois anos quando os seus pais receberam uma notícia terrível no dia 18 de maio de 2017, a sua filhinha tinha cancro. 

Inicialmente, pensava-se que era apenas uma alergia porque Sophia tinha dificuldade em respirar, então os médicos disseram aos seus pais, Shelby e Jonathan, que era possivelmente asma. Inesperadamente um dia a menina parou de respirar, os pais rapidamente levaram-ne de ambulância para o hospital, os médicos descobriram que ela tinha uma massa do tamanho de um softball (bola de baseball maior) no peito, foi então descoberto que na realidade Sophia tinha cancro e, apesar das sessões de quimioterapia agressiva a que foi submetida, era impossível deter a doença. 

Infelizmente, o tratamento que ele recebeu teve sérias consequências, reduziu a capacidade de andar, afetou a sua linguagem e habilidades motoras e ela ficou a precisar de um transplante de células-tronco.

Na sua luta no hospital, Shelby, que não se separou da filha, notou uma atitude especial em uma das enfermeiras que queria passar despercebida, mas ela apercebeu-se de tudo o que fazia.

Quando a enfermeira não estava a prestar atenção, a mãe aproveitou a oportunidade para tirar uma foto, e partilhou-a nas redes sociais numa conta criada para gravar a luta da sua filha, além da foto, Shelby escreveu uma mensagem à enfermeira: 

"Todos os dias enquanto eu estou sentada no sofá, eu vejo-te, mesmo quando tentas passar despercebida por nós.

Percebo como o teu rosto 'cai' quando a vês e choras, de muitas maneiras tu tentas acalmar os teus medos, vejo como hesitas em picá-la e remover as gazes.

Tu dizes "não te mexas" e "desculpa" mais vezes durante o dia do que a maioria das pessoas diz "obrigado".

Eu olho para todas as pulseiras de borracha que trazes nos teus braços e estetoscópio para cada uma das crianças que cuidas e amas.

Tu acaricias a careca de Sophia e das-lhe tanto amor quanto podes. Eu vi-te a abraçar uma mãe que chorava enquanto recebia más notícias. Eu vejo-te a tentar escrever no computador cuidas do bebé de uma mãe que não pôde estar com ele.

Tu pões a tua vida de lado durante 12 horas ou mais para cuidar dos teus pacientes doentes que morrem frequentemente, tu entras em cada sala com um grande sorriso, sem levar em conta o que está a acontecer, mas para tentar transmitir um pouco de alegria. Tu vês o nome de Sophia na tua agenda e cuidas dela, mas também a visita quando não te corresponde.

Ligas para o médico e para a farmácia quantas vezes forem necessárias para que a minha filha receba imediatamente o que precisa. Tu olhas por nós, sentas-te e ouves-me falar quanto tempo precisares, mesmo quando o telefone não para de tocar e tens muita coisa pendente.

Eu vejo-te, todos nós o fazemos. Não há uma quantidade de presentes ou cartões que possa expressar o quão apreciada tu és. Tu é uma Deusa para cada um de nós, porque sem ti os nossos pequeninos não teriam o que é preciso. Mães como eu sentem-se ouvidas e confortadas graças a ti, muito obrigado! ", estas foram as palavras de Shelby para a enfermeira que atende a Sophia. 

A sua mensagem emocionante conseguiu fazer chorar milhares de pessoas nas redes sociais e em toda a unidade pediátrica. 

Infelizmente, no 22 de dezembro, Sophia teve uma recaída e a sua família tomou a decisão de interromper o tratamento, ela não resistiu mais, sofria muito e o seu diagnóstico era devastador.

Os seus pais ficaram com ela durante 13 dias a ver filmes, a ler histórias e a aproveitar os seus últimos suspiros. No dia 4 de janeiro de 2018, a menina morreu. 

Shelby queria dizer ao mundo o que está por trás da luta contra o cancro, mostrou os dias mais amargos e tristes e convidou a todos para aproveitar cada dia como se não houvesse amanhã e reconhecer o belo trabalho dos médicos e, especialmente, das enfermeiras.

O céu tem mais um anjo, descanse em paz, doce Sophia!

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye