Mãe repara que o bebé parou de se mexer depois de 30 semanas, depois acontece o impensável

Mãe apercebe-se que o bebé se parou de mexer na semana 30, o que os médicos encontram no útero é arrepiante

Partilhar no Facebook
491 491 Partilhas

Mãe repara que o bebé parou de se mexer depois de 30 semanas, depois acontece o impensável

Descobrir que vamos ter um filho é um dos melhores sentimentos do mundo.

Era assim que Briony e Mike Curwood se sentiam quando descobriram que iam ter um filho.

A gravidez avançou perfeitamente durante alguns meses, mas de repente, algo correu mal e tornou a vida dos pais num pesadelo. 

Cerca de 21 semanas depois de Briony ficar grávida, ela dirigiu-se ao hospital para um teste de rotina.

Os médicos fizeram um ultra-som que ia determinar o sexo da criança, e aparentemente, Briony tinha uma menina na sua barriga!

Infelizmente, a felicidade que ela e o seu marido, Mike, sentiram, foi substituída por choque e desespero – apenas algumas semanas depois da visita ao hospital. 

Quando Briony fez 30 semanas de gravidez, ela reparou em algo que a fez tremer.

Briony já não sentia nada útero. A mãe expectante temia o pior.

Quando Briony e Mike foram ao hospital, os médicos investigaram a situação imediatamente, para descobrirem a razão pela qual a criança não se mexia.

Um diagnóstico avassalador

O diagnóstico foi chocante e avassalador.

Aparentemente, a menina tinha parado de crescer depois de 22 semanas de gravidez. É algo extremamente raro, de acordo com os médicos.

A melhor hipótese que tinham para salvar o bebé, era a indução do parto, para que a criança pudesse crescer fora do útero. Como pode imaginar, isto era demasiada informação para os pais chocados.

“Disseram-me que tinha de me preparar para ter a criança no mesmo dia, ou na manhã seguinte. Fiquei entusiasmada inicialmente, pois ia poder ver o meu bebé”, disse Briony ao Hull Daily Mail. “Não sabia nada sobre a prematuridade, pois na minha família os bebés tinham sempre 4.5 quilos à nascença. Mas depois apercebi-me que era demasiado cedo, e fiquei assustada.” 

Os médicos fizeram uma cesariana para assegurar a segurança da criança. Felizmente, não houve problemas e a pequena Ava Grace nasceu.

Devido ao bebé ter parado de crescer depois de 22 semanas de gravidez, Ava Grace era extremamente pequena e pesava apenas 600 gramas. 

“Não parecia um bebé. Parecia uma boneca pequena. As suas orelhas não tinham aparecido ainda.”

Apesar do parto com sucesso, a pequena Ava Grace ainda não estava segura. Ninguém sabia se ela ia sobreviver durante as primeiras semanas.

Nem consigo imaginar o quão stressante esta situação foi para o Mike e a Briony. 

“Perguntei-lhes se ela ia sobreviver e eles disseram-me para levar uma hora de cada vez. Depois foi de semana a semana. Mas ela foi uma guerreira e, ao vê-la agora, nunca imaginaríamos o que ela passou”, disse a Briony.

A pequena Ava Grace deixou de lutar pela sua vida, e apesar de ter nascido com um cérebro pouco desenvolvido e um ritmo cardíaco irregular, ela conseguiu sair do hospital poucas semanas depois! 

Ava Grace nasceu 10 semanas antes do suposto, mas agora é um bebé saudável e ativo.

Tão bom de ver! 

Ava Grace tem uma excelente personalidade e está sempre a sorrir, de acordo com os pais orgulhosos. Ela ainda tem um pequeno problema com o olho, mas os médicos vão conseguir tratá-la rapidamente.

Felizmente, esta história teve um final feliz. Partilhe esta história no Facebook se quiser alegrar o dia dos seus amigos!

Partilhar no Facebook
491 491 Partilhas

Fonte: Newsner · Crédito foto: Newsner