Mãe obrigada a amamentar de pé porque ninguém lhe ofereceu o lugar

Falta de civismo e educação!

Partilhar no Facebook
273 273 Partilhas

Uma mãe diz que foi forçada a ficar de pé enquanto amamentava o filho num comboio porque ninguém lhe ofereceu um assento.

Kate Hitchens, 32, estava a viajar para casa de Wickford, Londres durante a hora de ponta na terça-feira.

Os passageiros viram que ela estava a amamentar Charlie, de seis meses de idade, mas ninguém ofereceu assistência até ao fim da amamentação de 35 minutos, disse ela.

A blogueira, que também é mãe de Oliver, de três anos, pediu às pessoas que "sejam mais gentis" se virem outras mães em dificuldades.

Numa publicação furiosa no Facebook e no Instagram, a Sra. Hitchens disse que ela poderia ter pedido um lugar, mas "não deveria".

Ela escreveu com ironia: “Qual o problema em ver uma mãe ficar em pé, num comboio em movimento, a amamentar um bebé de seis meses, contorcendo-se com os seus nove quilos?”

"O ponto aqui não é apenas que era difícil porque eu estava a amamentar, mas sim que nenhuma pessoa se ofereceu para me dar o lugar. Eu não deveria ter que pedir."

Sra. Hitchens estava com os seus filhos Oliver, três e Charlie, de seis meses de idade

"Eu tinha planejado estar em casa na hora do jantar, mas o comboio que eu queria apanhar foi cancelado", disse ela.

"Eu não amamento muito em público e tento ser discreta, mas todos viam o que eu estava a fazer."

"Fisicamente, eu senti-me muito desconfortável porque não tinha onde me segurar e Charlie movia-se quando o comboio se movia e isso doía."

"Quando uma senhora adorável se levantou para me oferecer o seu assento, outro sentou-se nele, colocou os seus fones nos ouvidos e fechando os olhos."

Ela acrescentou: "Isto não é sobre aleitamento materno, é sobre ser gentil e mostrar alguma cortesia comum."

"Se eu visse alguém em dificuldade, seja com um bebé, algumas mochilas pesadas ou uma pilha de livros, eu daria-lhe o meu lugar."

Partilhar no Facebook
273 273 Partilhas

Fonte: bbc.com · Crédito foto: bbc.com