Mãe adolescente fica “viúva” e dá o seu filho para adoção

Todos os detalhes no interior...

Partilhar no Facebook
337 337 Partilhas

Mãe adolescente fica “viúva” e dá o seu filho para adoção

Hannah Mongie tinha acabado de fazer 18 anos quando soube que estava grávida de um menino.

Mas o seu mundo começou a colapsar quando o seu namorado Kaden morreu enquanto dormia poucos dias antes de ouvir o coração do bebé bater num ultrassom.

Após a morte de Kaden, Hannah tomou a decisão de colocar o bebé para adoção.

Ela queria que o seu filho tivesse uma família de verdade e não queria ser a única responsável por criar um filho tão jovem.

Isso partiu-lhe o coração e el sabia que estava a deixar ir a única coisa que a ligada a Kaden. 

Um dia ela acordou com o estômago apertado.

Ela apercebeu-se de que o seu filho não lhe pertencia e que seria criado por outra pessoa.

A 21 de março de 2016, Tagg nasce. Hannah passou dois dias com ele antes de dá-lo aos seus pais adotivos. 

Mas a história não fica por aí. Hannah fez questão de manter os direitos de visita para manter uma conexão com o filho.

Os pais adotivos vivem a 10 minutos de distância da casa de Hannah. A mãe adotiva de Tagg, Emily, ainda recebe Hannah de braços abertos. Elas até se tornaram amigas. 

Assim, em vez de ficar com a sensação de que abandonou o filho, Hannah tem a sensação de lhe ter dado uma família que o ama.

“Todos se amam e somos como uma grande família”, disse Hannah à KTVU. “Emily tornou-se numa das minhas melhores amigas. Ela é tudo o que eu gostaria de ser como pessoa e como mãe. Estou tão agradecida a Tagg por permitir que estas pessoas estejam na minha vida”.

Antes de Tagg ter sido dado para adoção, Hannah fez-lhe um vídeo.

“Espero que este vídeo permita que qualquer pessoa que esteja a ver este vídeo entenda como é que uma mãe biológica pode se sentir ao dar o seu filho para adoção”, escreveu ela no Youtube. “Não é um ato egoísta. Essa é a própria definição de amor. Amar alguém o suficiente para o dar a outra pessoa e garantir a sua felicidade.” 

Partilhar no Facebook
337 337 Partilhas

Fonte: ayoyemonde · Crédito foto: ayoyemonde