Jovem rapaz expulso da escola porque queria deixar o cabelo crescer para a irmã doente

Uma história polémica.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Esta é sem dúvida uma das histórias mais revoltantes do dia e vem da cidade de Poth, no Texas, onde um jovem de 16 anos não pode mais ir à escola por causa do seu cabelo comprido.

A CNN conta-nos a história de Newt Johnson, um rapaz de 16 anos cuja vida mudou recentemente de forma inesperada. De fato, a sua irmã Maggie, de apenas 11 anos, desenvolveu a doença de Wegener, que a afeta seriamente tanto que ela é forçada a passar por quimioterapia e diálise. Infelizmente, essa situação faz com que ela perca o seu lindo cabelo ruivo encaracolado. O irmão, portanto, teve a idéia de deixar o cabelo crescer para usá-lo depois com peruca para a irmã.

O objetivo de Newt? Chegar a um comprimento entre 20 e 35 cm. Uma ideia cheia de generosidade que não era nada do gosto da escola que ele frequentava, diz a CNN. 

Na verdade, ele foi convocado pela administração da sua escola, que o fez entender que deixar crescer o cabelo era proibido pelos regulamentos internos.

Embora a escola tenha ouvido falar da história da sua irmã Maggie, a direção enfatizou que a política de corte de cabelo do estabelecimento era válida para todos, inclusive para Newt.

Uma decisão que partiu o coração do rapaz que queria ajudar a sua irmã. Resultado? A CNN diz que enquanto o cabelo cresce, ele vai fazer a escola a partir de casa via internet. Ele absolutamente quer apoiar a sua irmã num dos momentos mais difíceis da sua vida e, para ele, não há nada mais importante.

Não sabemos se ele voltará para a escola depois que seu cabelo crescer. No entanto, não há nada que indique que ele ou pais desejam voltar para lá depois do que aconteceu. Uma coisa é certa, esta história está a fazer verter muita tinta.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye