Idoso embate em moto, chora e é consolado pelo próprio motociclista

Todos os detalhes no interior.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

"O rapaz levantou-se e simplesmente abraçou o idoso. Aí o senhor começou a pedir perdão e começou a chorar", aconteceu em Manaus, Brasil.

Fabiano Ladislau, 27 anos, estava a caminho do trabalho na terça-feira, 24, quando viu que um condutor idoso que tinha acabado de embater com o seu carro num moto. Fabiano começou imediatamente a filmar – e por uma razão bastante específica:

“Achei que o motociclista ia bater nele. O rapaz da moto ainda estava no chão e o senhor saiu do carro agoniado, com as mãos na cabeça. Fiquei bem preocupado com o que poderia acontecer”.

Mas a cena que ele acabou por gravar foi muito diferente de tudo o que ele já tinha visto até então no trânsito:

“O rapaz levantou-se e simplesmente abraçou o idoso. Aí o senhor começou a pedir perdão e começou a chorar”.

Os dois retiraram os seus veículos da via pública e Fabiano fez questão de elogiar o motociclista:

“Baixei o vidro e dei-lhe os parabéns. Ele disse-me que tinha perdido o pai aos oito anos de idade, então dava muito valor às pessoas mais velhas. E como ele disse isso a chorar, eu também me emocionei”.

Fabiano partilhou o vídeo com amigos via WhatsApp: bastaram poucos minutos para as imagens chegarem a um jornal local, circularem pelas redes sociais e fazerem milhares de outras pessoas também se emocionarem. Alguns comentários de internautas foram postados no perfil do jornal Manaus Alerta no Instagram:

“Pensei que isso não existia mais”

“Eu chorei aqui”.

Os envolvidos no acidente não tiveram os seus nomes divulgados. Os seus gestos, porém, disseram tudo o que havia para ser dito.

Fabiano é casado, tem três filhas e o quarto bebé está a caminho. Ele acredita que a cena que testemunhou traz esperança:

“Principalmente para quem, como eu, faz o possível para transmitir esses valores aos filhos. Afinal, temos que ter respeito e amor por todos”.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Aleteia · Crédito foto: Aleteia