Ibrahima Tounkara: o homem que, sozinho, eletrificou a sua aldeia

No início todos pensavam que estava louco.

Partilhar no Facebook
1,958 2.0k Partilhas

Primeiro, todos o chamavam de louco, mas por força de coragem, imaginação e perseverança, este professor de matemática conseguiu o impossível.

Por a sua aldeia nunca ter sido conectada a nenhuma rede elétrica, Ibrahima Tounkara, professor de matemática, deu origem a uma verdadeira revolução. Gastou as suas poupanças, o seu tempo e a sua imaginação num projeto louco, uma mini usina hidroelétrica que trouxe luz a quase 90 casas! Tudo pela vontade de um só homem… e pelo poder da energia renovável. 

Para eletrificar a sua aldeia de Bolodou, na Guiné, Ibrahima Tounkara pensou na energia solar. Ele tinha aprendido a instalar painéis e até instalou uma pequena cabine capaz de carregar portáteis. Já era muito mas, obviamente, não era o suficiente. Ele sonhou alto. Muito alto.

Ibrahima Tounkara para o France 24:

“Na aldeia, inicialmente fui levado por louco quando disse que queria construir uma barragem hidroelétrica (…) Em março de 2016 comprei um smartphone para aceder à Internet e a informações acerca do funcionamento das barragens. Acabei a minha pesquisa em dezembro de 2016 e comecei a construi-la. Graças a diagramas e vídeos, fiz uma pequena turbina conectada a energia mecânica a eletricidade”. 

Só restava construir uma pequena barragem capaz de canalizar a água e levá-la a esta turbina enquanto regulava o fluxo. Para conseguir isso, ele ligou a um pedreiro local e o truque foi feito: funciona! Veja em francês:  

No total, Ibrahima Toukara gastou 4.650€ para ver o seu sonho tornar-se realidade. Mas, desde maio, graças a ele, uma aldeia inteira tem acesso à luz e a todas as outras possibilidades oferecidas pela eletricidade.

Para os habitantes, é uma completa mudança. Antes desta mini barragem elétrica ter sido posta a funcionar, eles tinham apenas candeeiros a pilhas para dar luz. Era, como é óbvio, insuficiente e, acima de tudo, muito caro.

Agora, com o equivalente a 19 cêntimos por semana, todas as famílias têm acesso a eletricidade, o que, para além disso, tem o mérito de ser ilimitado e limpo.

Ibrahima Tounkara:

“Este dinheiro permite-me pagar a um jovem que treinei para fazer a manutenção da barragem”. 

Resta reproduzir este pequeno milagre nas localidades vizinhas. Ibrahima já foi contactado por outras aldeias. A sua missão está apenas a começar!

Um magnífico exemplo de determinação, mas também uma bela demonstração do que as energias renováveis podem oferecer ao mundo…

Partilhar no Facebook
1,958 2.0k Partilhas

Fonte: positivr · Crédito foto: positivr