Homem julgado no tribunal de Beja por abusar mais de cem vezes da sobrinha de 11 anos

Todos os detalhes no interior.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Começou esta quarta-feira, no Tribunal de Beja, o julgamento de um homem de 74 anos, acusado de ter abusado sexualmente da sobrinha de 11 anos.

Segundo o Ministério Público, a menina teria sido abusada 105 vezes entre 2014 e 2015.

O homem, residente em Vila Nova da Baronia, concelho de Alvito, aproveitava a ausência da mulher em casa, colocava a sobrinha mais nova a ver televisão e levava a vítima para o quarto para consumir os abusos, aproveitando-se da vulnerabilidade da sobrinha.

O julgamento começou às 09h45.

A mulher e tia das crianças separou-se do marido ao descobrir os que se estava a passar, mas nunca fez queixa às autoridades. 

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Alvito decidiu institucionalizar a vítima e a irmã mais nova.

Com o consentimento da CPCJ, o homem continuou a manter contacto telefónico e a fazer visitas, com alguma regularidade, à sobrinha na instituição. Repetidas vezes, o suspeito prometeu à criança dar-lhe uma melhor vida assim que ela completasse os 18 anos.

Ao aperceberem-se do estado nervoso da criança quando o tio a visitava, os responsáveis da instituição resolveram informar as autoridades.

Depois da audição em fase de inquérito, o arguido ficou em liberdade com Termo de Identidade e Residência.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Rádio Campanario · Crédito foto: Google imagens