Notícias : Homem espera duas horas para matar genro que batia na filha
Que acha? Deixe o seu comentário aqui.  

Homem espera duas horas para matar genro que batia na filha

Manuel Açoriano cometeu o crime em Torres Vedras. É agora o recluso mais velho do País.

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
1,005 1.0k Partilhas

Quase com 90 anos Manuel Açoriano é o detido mais velho do País.´

Manuel vai ser agora acusado pelo Ministério Público por ter assassinado  o genro, no ano passado, em Torres Vedras. 

O crime passou-se no dia 6 de julho. 

António Veríssimo tinha 60 anos e era o genro que foi assassinado.

Os seus sogros nunca lhe perdoaram pelo fato da filha deles ter cometido suícidio, segundo eles terá sido a violência doméstica sofrida por esta que a terá levado a cometer esse ato. 

O casal de idosos era agredido pela vítima. Sogro e genro discutiram no dia em que o crime aconteceu e Manuel Açoriano avisou. "Eu mato-te." 

E cumpriu a promessa. 

António Veríssimo estava no café, o sogro preparou a caçadeira, sentou-se num banco à entrada de casa e esperou duas horas - das 19h00 às 21h00.

Quando o genro chegou Manuel não disse uma única palavra, disparou duas vezes contra António Veríssimo e atingiu-o duas vezes no peito ferindo-o mortalmente.

Depois voltou a sentar-se esperando a GNR com a caçadeira nas mãos.

Manuel confessou o crime. Na casa, estava apenas a mulher do homicida, doente oncológica, em fase terminal. 

Veríssimo tinha um filho de 30 anos que também estava doente.

Partilhar no Facebook
1,005 1.0k Partilhas

Fonte: CM
Crêdito foto: CM

Goste/partilhe