Hitler tinha tendências gays e viveu em albergue homossexual

Relatório elaborado pelos serviços de inteligência dos EUA vasculharam a fundo a vida íntima do ditador alemão.

Partilhar no Facebook
51 51 Partilhas

Adolf Hitler tinha uma “tendência homossexual” de acordo com arquivos secretos da CIA que detalhavam a sua personalidade e interesses.

O relatório de 70 páginas foi compilado em 1942 e foi enviado pelo Dr. Henry Field, um dos principais assessores do presidente dos EUA, Franklin D Roosevelt, ao major John McDonough.

Detalhes

O arquivo desclassificado marcado como "secreto" foi compilado pelo Escritório de Serviços Estratégicos, uma agência de inteligência dos EUA durante a Segunda Guerra Mundial.

O documento, que forneceu um perfil de Hitler às autoridades dos EUA, diz: “Como sou parcialmente responsável pela segurança envolvida. Preciso chamar atenção para a manutenção especial do segredo."

Descrevendo a sua sexualidade, o arquivo afirma: “Sua vida sexual é dual, assim como sua perspectiva política. Ele é homossexual e heterossexual ”.

E continua: “Informações que me chegavam de vez em quando me obrigavam a considerar Hitler um tipo de homem sadomasoquista com possivelmente até uma lado homossexual nele”.

"O albergue de homens chamado" Maennerheim Brigittenau "em Viena, acreditava o Dr. Sedgwick, tinha a reputação de ser um lugar onde homens idosos iam em busca de jovens por prazeres homossexuais", diz o documento.

"É provável que esses tipos de velhas roças e jovens gigolôs se tenham tornado familiares para o jovem Adolf nesse momento, o que explicaria a sua relativa falta de genuína repulsão por eles até ao presente momento".

O documento também afirma que Hitler teve uma atração sexual pelo companheiro nazi Rudolf Hess, o seu vice Fuhrer, capturado em 1941.

Hess é descrito pelos documentos como sendo conhecido como “Fraeulein Anna” por outros membros do partido porque ele assistia a bailes vestido de mulher.

"Durante [a prisão de Hitler] esse período de isolamento e privação sexual, uma afinidade com Hess começou a se cristalizar, o que, a meu ver, talvez tenha passado ao ato sexual", diz o documento.

O regime nazista perseguiu os homossexuais, enviando até 15.000 para campos de concentração.

A sexualidade de Hitler tem sido objeto de debate de vários historiadores que afirmam que o ditador era gay.

Apesar disso, Hitler é conhecido por ter tido um relacionamento com Eva Braun. Os dois casaram-se pelo menos de 40 horas até que ambos morreram por suicídio.

Partilhar no Facebook
51 51 Partilhas

Fonte: CM · Crédito foto: CM